sicnot

Perfil

Mundo

OEA apela à calma na Venezuela e ao Nicolás Maduro para abrir "canal humanitário"

© Marco Bello / Reuters

A Organização de Estados Americanos (OEA) apelou esta terça-feira à calma na Venezuela e ao Presidente Nicolás Maduro para que abra um "canal humanitário" perante a crise no país.

Em comunicado, a Secretaria Geral da OEA insta, com "carácter de urgência", o Governo venezuelano e demais atores políticos nacionais a alcançarem "acordos efetivos que brindem soluções na Venezuela".

Para a OEA, isso significa a "abertura sem demoras de um canal humanitário, soluções para o povo em matéria de alimentos e medicamentos, a restituição expedita do direito de votar e de eleger do povo".

O "fim da repressão e da violência contra as pessoas, a libertação de todos os presos políticos, a recuperação da independência dos poderes, incluindo a restituição dos poderes da Assembleia Nacional, um novo Tribunal Supremo de Justiça e um novo Conselho Nacional Eleitoral, o restabelecimento da paz social, o regresso à normalidade institucional e democrática no país e a prestação de contas de parte dos governantes sobre a sua responsabilidade política e judicial", são outras questões que a OEA considera como imprescindíveis.

O documento começa por explicar que a OEA expressa a sua solidariedade e vontade de apoiar o povo da Venezuela face à "recente onda de violência, saques e desespero motivada pelas medidas monetárias adotadas pelo Governo".

Lusa

  • Tensão na Venezuela aumenta
    1:55

    Mundo

    Nicolás Maduro cedeu e decidiu não retirar já de circulação as notas de 100 bolívares mas encerra as fronteiras até dia 2 de dezembro. Pelo meio, mais de 300 pessoas foram detidas em violentos protestos contra a medida.

  • Mais de 60 estabelecimentos comerciais foram saqueados na Venezuela
    1:49

    Mundo

    Vários estabelecimentos comerciais foram saqueados,este sábado na Venezuela . Os manifestantes protestavam contra a falta de notas nos bancos e a escassez de produtos essenciais nas lojas. Perante a crise, Nicolás MAduro decidiu prolongar a circulação das notas de 100 bolívares e a abertura de fronteiras até dia 2.

  • Quem deve ser o próximo treinador do FC Porto?

    Desporto

    Nuno Espírito Santo já não é treinador do FC Porto. O técnico e o clube chegaram a acordo mútuo para a rescisão do contrato, que o ligava por mais uma temporada aos dragões. Nuno Pinto da Costa tem agora que encontrar um novo treinador para orientar dos "dragões". Os nomes em cima da mesa são vários. Diga-nos quem deve ser o novo treinador do FC Porto.

  • Os treinadores do FC Porto desde o último título 

    Desporto

    Nunca o FC Porto esteve quatro anos consecutivos sem ganhar um título durante a presidência de Nuno Pinto da Costa. A ausência de vitórias teve início na época de 2013/14, quando começou uma autêntica dança de treinadores.

  • Julgamento do caso BPN deverá terminar quarta-feira
    4:38

    Economia

    O acórdão do processo principal do BPN vai ser tornado público esta quarta-feira, depois de quase sete anos de audições. O rosto principal é o de José Oliveira Costa mas há outros 14 arguidos sentados no banco dos réus.

  • "Michel Temer nunca teve vergonha, não tem cara de pessoa de bem"
    3:04

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou no habitual espaço de comentário do Jornal da Noite  da SIC, o escândalo com o Presidente do Brasil, Michael Temer. O comentador diz que já era previsível que Temer fosse apanhado com "o pé na poça" e afirma que o Presidente brasileiro nunca teve qualquer tipo de vergonha. Miguel Sousa Tavares fez ainda referência ao facto de Dilma Rousseff ser, entre todos os políticos brasileiros, a única que não tem processos contra ela.

    Miguel Sousa Tavares

  • Divulgado vídeo dos bambardeamentos contra o Daesh no Iraque
    0:42
  • Leão-marinho arrasta criança de doca em Vancouver
    0:51

    Mundo

    O momento em que um leão-marinho arrasta uma menina para a água foi gravado e publicado na internet. Sem nada que fizesse prever, o animal puxou a criança que estava sentada numa doca em Vancouver, no Canadá. A criança foi resgatada de imediato por um familiar e apesar do susto não sofreu ferimentos. O momento de aflição foi testemunhado por vários turistas.