sicnot

Perfil

Mundo

Abusos sexuais no futebol inglês podem ter atingido crianças com quatro anos

© Reuters Staff / Reuters

A polícia britânica revelou esta quarta-feira que crianças com idades a começar nos quatro anos poderão ter sido molestadas, no quadro do escândalo de pedofilia que abala o futebol inglês.

Numa atualização da informação, o Conselho Nacional de Chefes de Polícia (NPCC na sigla em inglês), órgão que coordena as forças policiais locais, houve aumentos significativos no número de clubes envolvidos, de suspeitos e de potenciais vítimas.

No inquérito estão a ser investigados 148 clubes, 155 suspeitos e 429 vítimas, com idades entre os quatro e os 20 anos no momento dos alegados abusos sexuais. Grande parte aconteceu há mais de 20 anos.

Vários ex-jogadores vieram a público relatar que tinham sido vítimas de abusos sexuais por parte de treinadores das camadas jovens, depois Andy Woodward ter revelado no mês passado que foi molestado por um pedófilo condenado quando representava o Crewe Alexandra.

Os números mais recentes do NPCC dão conta de que há 819 situações relacionadas com o caso sob investigação. Três quartos foram referidos através da linha telefónica entretanto criada para apoio e denúncias em casos idênticos e as restantes vieram das forças policiais britânicas.

Cerca de 98% das vítimas são do sexo masculino e o NPCC confirmou que outras modalidades foram também citadas.

Lusa

  • "O que é isto, mamã?"
    36:23
  • Fim de semana de muito frio e vento forte
    2:08

    País

    Segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera, vem aí mais frio e as temperaturas mínimas negativas vão regressar a alguns pontos do país. Prevê-se também vento intenso para as próximas 48 horas.

  • O ensino à distância em Portugal
    4:12

    País

    Em Portugal, o ensino básico e secundário à distância já conta com 300 alunos e com a preciosa ajuda das novas tecnologias. É através do computador que a escola viaja e acompanha os alunos, alguns com doenças que não os permitem ir às aulas, outros que são atletas de alta competição e que têm a maior parte do tempo ocupado por treinos ou ainda os que fazem parte de famílias itenerantes, como é o caso dos que vivem no circo e andam de terra em terra.

  • Aprender a jogar badminton ao ritmo do samba
    2:54

    Mundo

    No Brasil, a correspondente da SIC foi conhecer um projeto social no Rio de Janeiro que mistura samba e desporto. Um desporto que ainda é pouco praticado mas que tem sido fundamental para transformar a vida de jovens das favelas e para descobrir novos talentos do badminton brasileiro.

    Correspondente SIC