sicnot

Perfil

Mundo

Ex-Presidente israelita em liberdade após cumprir pena por violação

© Baz Ratner / Reuters

O ex-Presidente israelita Moshe Katsav, de 71 anos, foi hoje posto em liberdade depois de ter cumprido cinco dos sete anos de prisão a que tinha sido condenado pelo crime de violação.

A libertação de Katsav surge porque os procuradores encarregados do caso decidiram não recorrer da decisão da comissão de liberdade condicional.

Katsav escusou-se a prestar declarações aos muitos jornalistas que o esperavam à saída da prisão de Maasiyahu, perto de Telavive. O ex-Presidente saiu rodeado pela sua família.

O antigo chefe de Estado foi condenado em dezembro de 2010 por duas acusações de violação, assédio sexual, atos indecentes e obstrução de justiça.

Katsav nasceu no Irão, no seio de uma família pobre, e ascendeu de imigrante a Presidente de Israel, cargo maioritariamente cerimonial do qual se demitiu em junho de 2007. Tornou-se depois um proscrito da classe política israelita.

O ex-Presidente começou a cumprir pena em dezembro de 2011. Desde que atingiu a marca dos dois terços de pena cumprida, o seu pedido de liberdade condicional (que se baseia em bom comportamento) já tinha sido rejeitado duas vezes.

Os pedidos anteriores foram rejeitados em parte porque Katsav não demonstrou qualquer tipo de remorso acerca dos seus crimes nem se submeteu a processos de reabilitação.

Os 'media' israelitas noticiaram, entretanto, que a comissão da liberdade condicional considerou, ao decidir sobre o terceiro pedido, que a atitude do ex-Presidente "mudou recentemente".

"O prisioneiro enfrentou muitas perguntas dos membros da comissão acerca das circunstâncias do seu crime, acerca das vítimas, a sua atitude para com as vítimas e sobre o seu entendimento acerca dos seus atos e respetivas consequências, e os membros da comissão ficaram impressionados com a honestidade das suas intenções", noticiou o jornal Haaretz.

Katsav não vai poder sair do país e terá de permanecer obrigatoriamente em sua casa das 22:00 até às 06:00 do dia seguinte.

Também não poderá dar entrevistas no prazo de dois anos, o período que ainda teria de cumprir caso não estivesse em liberdade condicional.

Lusa

  • Pablo Bravo: o chileno suspeito de um assalto milionário em Gaia
    6:01

    País

    As autoridades receiam um aumento da violência nos assaltos de redes sul-americanas em Portugal, à semelhança do que tem acontecido noutros países europeus. Pablo Bravo é um chileno com um longo cadastro criminal que, em Portugal, é suspeito de um assalto milionário a um hipermercado, em Gaia e, dias depois, foi detido em flagrante, em Paris, a tentar roubar uma loja de relógios de luxo.

    Notícia SIC

  • Obras para as novas instalações da SIC já começaram
    1:54

    País

    As obras do novo estúdio da SIC e SIC Notícias vão começar. A ampliação do edifício do grupo Impresa vai unir os funcionários do grupo num único espaço, com uma área de 750 metros. O Presidente da Câmara de Oeiras entregou esta terça-feira a licença de obra.

  • Cada vez mais pessoas viajam no Carnaval e Páscoa
    3:08

    Economia

    A procura de viagens na altura do Carnaval e Páscoa tem vindo a aumentar e vários destinos já estão esgotados já que muitas pessoas optam por tirar dias de férias nesta altura do ano. Em contagem decrescente, as agências de viagens não têm tido mãos a medir com promoções e ofertas para destinos variados e adequados a várias bolsas.

  • As crianças que estão a morrer à fome em África

    Mundo

    A UNICEF alertou esta terça-feira que a má nutrição aguda que afeta a Nigéria, Somália, Sudão do Sul e Iémen coloca este ano em "iminente" risco de morte 1,4 milhões de crianças devido à fome que existe naqueles países. São milhares de casos de um incessante desespero numa luta diária pela sobrevivência.

  • Jovem indiano acorda a caminho do próprio funeral

    Mundo

    Um jovem indiano chocou os seus pais e amigos, depois de acordar no caminho para o seu próprio funeral. No mês antes, Kumar Marewad foi levado para o hospital após ser mordido por um cão de rua, ficando em estado grave.

  • Carro "desgovernado" entra em loja e atropela cliente

    Mundo

    O cliente de um mini-mercado no condado de Bronx, em Nova Iorque, sobreviveu de forma incrível ao impacto de um automóvel que entrou loja adentro. Apesar da violência das imagens, o homem sobreviveu e conseguiu mesmo sair da loja pelo próprio pé até ser transportado para o hospital.

  • Bilhete de desculpas valeu uma bolsa de estudo

    Mundo

    Um jovem chinês ganhou uma bolsa de estudos no valor de 10 mil yuan (cerca de 1.380 euros), depois de danificar acidentalmente um carro de luxo. Isto, porque após os estragos, o jovem deixou um bilhete de desculpas ao dono, assim como todo o dinheiro que tinha com ele, como compensação.

  • Pulseira deixa sentir os movimentos do bebé ainda na barriga da mãe

    Mundo

    A pulseira Fibo permite que os futuros pais (ou mães) consigam sentir os seus filhos a dar pontapés ainda na barriga da mãe. Desenvolvida por um designer de joias da Dinamarca, a pulseira vai transmitir os movimentos do bebé no útero, de modo a que os pais possam partilhar essa experiência da gravidez.