sicnot

Perfil

Mundo

Três homens mortos pela polícia antiterrorista da Indonésia

© Antara Foto Agency / Reuters

Três homens foram mortos pela polícia antiterrorista da Indonésia depois de um tiroteio numa casa, em Jacarta, onde foi encontrada uma bomba.

O porta-voz da Polícia Nacional Rikwanto disse à MetroTV que um bairro residencial da cidade foi evacuado e que uma pessoa foi detida durante a operação.

A polícia acredita que o grupo planeava um ataque na véspera do ano novo.

Segundo Rikwanto, os três homens tentaram resistir à detenção.

O porta-voz acrescentou que a polícia acredita que estavam ligados a um grupo detido a 10 de dezembro perto de Jacarta, suspeito de planear um ataque suicida em frente do palácio presidencial, durante a cerimónia de render da guardam que atrai sempre turistas.

Esse atentado falhado foi então atribuído pelas autoridades a Bahrun Naim, que está na Síria. Trata-se de um dos líderes dos Katibah Nusantara, uma brigada do grupo terrorista Daesh formada por militantes oriundos da Malásia, Indonésia e Filipinas.

Pelo menos 14 pessoas foram detidas por suspeitas de envolvimento no planeamento de ataques suícidas em Jacarta. Vários suspeitos confirmam ter recebido dinheiro de um indonésio que estará a lutar pelo Daesh na Síria.

As autoridades acusam Bahrun Naim de instigar atentados na Indonésia e de estar por detrás de vários ataques à polícia no último ano.

A indonésia, com 260 milhões de habitantes, é o maior país muçulmano do mundo.

Lusa

  • ANACOM apresenta recomendações para melhorar redes de telecomunicações
    1:17

    País

    A ANACOM entregou um conjunto de recomendações ao Governo, Parlamento, municípios e operadores de telecomunicações. A autoridade reguladora em Portugal das comunicações eletrónicas propõe que os cabos aéreos de telecomunicações sejam substituídos por cabos subterrâneos, entre outras coisas. O objetivo é impedir que as redes fiquem em baixo perante incêndios ou outras catástrofes.

  • Ministra do Mar não aceita suspensão da pesca da sardinha
    2:39

    Economia

    O organismo científico que aconselha a Comissão Europeia em matéria de pescas recomendou esta sexta-feira que Portugal e Espanha não pesquem sardinha no próximo ano. A Ministra do Mar não aceita esta recomendação de capturas zero e vai propor uma redução do limite de capturas de sardinha das 17 mil toneladas deste ano para cerca de 14 mil em 2018.

  • Atividade económica regista crescimento

    Economia

    A atividade económica portuguesa está a crescer ao maior ritmo dos últimos 17 anos. O crescimento registado em setembro é o mais elevado desde janeiro de 2000. Já o consumo privado registou uma diminuição face a agosto.

    SIC