sicnot

Perfil

Mundo

Trump nomeia multimilionário para conselheiro de assuntos de regulação

© / Reuters

O gestor financeiro e multibilionário Carl Icahn foi nomeado conselheiro especial para assuntos de regulação do presidente eleito norte-americano, Donald Trump, anunciou esta quarta-feira a sua equipa de transição,

Com 80 anos, Carl Icahn é um dos investidores mais temidos em Wall Street, e tornou-se célebre por exercer pressão sobre as empresas em que detém participações - AIG, Herbalife, Apple, Netflix - para aumentar a remuneração dos acionistas.

Carl Icahn será responsável por aconselhar o futuro presidente dos Estados Unidos sobre as formas de "se livrar dos regulamentos destrutivos de postos de trabalho que impedem o crescimento económico", adianta a equipa de transição em comunicado.

Com uma fortuna estimada em 16,5 mil milhões de dólares, Carl Icahn, licenciado em Filosofia, vem ampliar a longa lista de acionistas multimilionários nomeados por Donald Trump para formar sua equipa de governo.

Lusa

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia. 

  • Martin Schulz ataca Merkel a três meses das legislativas

    Mundo

    O social-democrata alemão Martin Schulz passou este domingo à ofensiva, a três meses das eleições legislativas, ao acusar Angela Merkel de "arrogância" e de sabotar a "democracia", quando as sondagens apontam para uma larga vantagem da chanceler da Alemanha.

  • Martha, a cadela mais feia do mundo
    0:42

    Mundo

    A cadela Martha, de raça mastim napolitano ficou em primeiro lugar na edição anual do concurso que elege os cães mais feios do mundo. A cadela tem três anos, pesa 57 quilos e foi resgatada pela dona quando estava praticamente cega. Acabou por recuperar a visão depois de várias operações. Martha e a dona receberam um prémio de 1.500 dólares e uma viagem a Nova Iorque para marcarem presença em programas de televisão.