sicnot

Perfil

Mundo

Uma prenda de Natal "envenenada"

Na Austrália, uma mulher descobriu uma "pequena" surpresa na sua árvore de Natal. Enrolada à volta do pinheiro artificial estava uma cobra venenosa com um metro de comprimento.

Para retirar este inesperado convidado de casa, a mulher australiana teve que pedir ajuda aos profissionais "Snake Catcher Victoria", um grupo especializado em capturar esta espécie. Barry Goldsmith - o "Snake Catcher" - diz estar habituado a encontrar cobras em lugares invulgares como "botas Ugg, máquinas de lavar, casas de banho e estantes".

O responsável por retirar o réptil da sua "nova casa" explica que a cobra tigre terá entrado por uma porta aberta antes de se enrolar na árvore. A "Notechis scutatus" é uma espécie protegida na maioria dos estados australianos e foi por isso libertada de volta na natureza depois de capturada.

Apesar da "prenda envenenada", esta mulher não entrou em pânico. Tirou uma fotografia da nova decoração natalícia e enviou-a para o "Snake Catcher", que publicou a foto na página do facebook. Nos comentários podem ler-se perguntas como "Será que a cobra veio com a árvore?" e afirmações como "Acho que não quero visitar a Austrália...".

  • Salvo pela armadura da Guerra das Estrelas

    Mundo

    Um australiano  alega ter sido salvo de uma mordedura mortal de uma cobra venenosa graças à armadura que envergava. Scott Loxley vestia um fato de Stormooper, um soldado do Império Galático do universo Star Wars.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.

  • 700 milhões para armamento e equipamento militar
    1:16

    País

    Portugal vai investir nos próximos anos 700 milhões de euros em armas e equipamento militar. Segundo a imprensa de hoje, o objetivo é colocar algumas áreas das Forças Armadas a um nível similar ao dos outros aliados da NATO. É o maior volume de programas de aquisição dos últimos anos e parte das verbas vão beneficiar a indústria portuguesa que fabrica aviões, navios-patrulha, rádios e sistemas de comando e controlo.

  • Princesa Diana morreu há 20 anos. Filhos falam pela 1ª vez da intimidade
    1:15