sicnot

Perfil

Mundo

Uma prenda de Natal "envenenada"

Na Austrália, uma mulher descobriu uma "pequena" surpresa na sua árvore de Natal. Enrolada à volta do pinheiro artificial estava uma cobra venenosa com um metro de comprimento.

Para retirar este inesperado convidado de casa, a mulher australiana teve que pedir ajuda aos profissionais "Snake Catcher Victoria", um grupo especializado em capturar esta espécie. Barry Goldsmith - o "Snake Catcher" - diz estar habituado a encontrar cobras em lugares invulgares como "botas Ugg, máquinas de lavar, casas de banho e estantes".

O responsável por retirar o réptil da sua "nova casa" explica que a cobra tigre terá entrado por uma porta aberta antes de se enrolar na árvore. A "Notechis scutatus" é uma espécie protegida na maioria dos estados australianos e foi por isso libertada de volta na natureza depois de capturada.

Apesar da "prenda envenenada", esta mulher não entrou em pânico. Tirou uma fotografia da nova decoração natalícia e enviou-a para o "Snake Catcher", que publicou a foto na página do facebook. Nos comentários podem ler-se perguntas como "Será que a cobra veio com a árvore?" e afirmações como "Acho que não quero visitar a Austrália...".

  • Salvo pela armadura da Guerra das Estrelas

    Mundo

    Um australiano  alega ter sido salvo de uma mordedura mortal de uma cobra venenosa graças à armadura que envergava. Scott Loxley vestia um fato de Stormooper, um soldado do Império Galático do universo Star Wars.

  • Novo Banco vai reestruturar dívida de Luís Filipe Vieira
    1:22

    Desporto

    O Novo Banco vai reestruturar parte da dívida da empresa de Luís Filipe Vieira, que ronda os 400 milhões de euros. Parte dos ativos da empresa foram transferidos para um fundo para serem rentabilizados no prazo de cinco anos. Esse fundo está a ser gerido pelo vice-presidente do Benfica.

  • Dono de fábrica que ardeu na Anadia diz que produção não vai ser afetada
    2:04
  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espírito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espírito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Tragédia em Vila Nova da Rainha aconteceu há uma semana
    7:18
  • Doze meses de polémicas, ameaças e promessas
    3:52