sicnot

Perfil

Mundo

Amnistia Internacional denuncia atrocidades vividas por crianças em Mosul

A Amnistia Internacional denunciou hoje que crianças morrem, sofrem lesões "atrozes" e testemunham "cenas traumatizantes que ninguém deveria ver" em Mosul, cidade que o exército iraquiano tenta recuperar ao grupo radical Daesh.

Mosul, a segunda maior cidade do Iraque, foi palco de combates depois do lançamento, há dois meses, de uma ofensiva que visa expulsar os radicais do Daesh.

As forças armadas iraquianas, apoiadas por uma coligação internacional, conseguiram recuperar o controlo de zonas no leste da cidade, mas o Daesh continua a controlar o oeste e os combates na rua são descritos como bastante violentos.

No relatório hoje divulgado, a Amnistia Internacional refere como as crianças "envolvidas na batalha brutal de Mosul viram coisas que ninguém, independentemente da idade, deve ver", explicou Donatella Rovera, conselheira daquela ONG para as situações de crise.

"Encontrei crianças que sofreram lesões atrozes e viram os seus familiares e vizinhos decapitados por obuses, retalhados por carros bomba, esmagados sob os escombros das suas casas", continuou.

Noutro relatório, publicado na quarta-feira, a Human Rights Watch já tinha referido que os radicais do Daesh visavam "deliberadamente" os civis que recusam servir de "escudos humanos" e as mortes de civis causadas por ataques aéreos da coligação internacional e do exército iraquiano.

Lusa

  • Carro que atropelou adepto encontrado numa garagem na Amadora
    1:51

    Desporto

    O carro que atropelou o adepto da Fiorentina, junto ao Estádio da Luz, está nas mãos da Polícia Judiciária. O automóvel foi encontrado esta terça-feira por uma brigada da PSP na garagem de um casa da Amadora, que pertence a um elemento da claque dos No Name Boys.

  • A SIC foi dar uma volta de bicicleta

    País

    Há 90 anos, cerca de 40 ciclistas partiam do Marquês de Pombal, em Lisboa, para a primeira etapa da 1.ª Volta a Portugal de Bicicleta. Hoje, um grupo de investigadores repete o percurso, até Setúbal, dando início a uma viagem que pretende incentivar o uso da bicicleta como meio de transporte no dia-a-dia. Um jornalista da SIC segue no pelotão e pode acompanhar a viagem em direto no Facebook da SIC Notícias.

    Em atualização

    SIC

  • Portugal perde 22 mil empregos por ano por causa da pirataria
    1:52

    País

    Todos os anos, Portugal perde cerca de mil milhões de euros e mais de 22 mil empregos por causa à pirataria. Hoje assinala-se o dia mundial da propriedade intelectual. Uma área que diz respeito a todas as formas de arte e, entre outras, ao jornalismo.