sicnot

Perfil

Mundo

Ikea paga 48 milhões de euros devido a morte de crianças esmagadas por cómodas

(Arquivo)

© Jacky Naegelen / Reuters

O fabricante sueco de móveis Ikea vai pagar 50 milhões de dólares (47,9 milhões de euros) no âmbito de um acordo com os Estados Unidos, após três crianças terem morrido esmagadas por cómodas, disse fonte judicial.

Segundo o escritório de advogados Feldman Shepherd, que representa as famílias das vítimas, o dinheiro vai ser distribuído pelas famílias das três crianças, que tinham todas dois anos de idade.

A empresa sueca, que já confirmou o acordo, vai doar também 100.000 dólares (95 mil euros) a hospitais infantis e outros 100.000 dólares a uma fundação norte-americana que lida com a segurança das crianças.

Cerca de 29 milhões de cómodas Malm foram recolhidas pela empresa nos Estados Unidos, Canadá e China.

A agência dos Estados Unidos para a segurança do consumidor (CPSC) indicou em junho que desde 1989 cinco pessoas morreram e 31 ficaram feridas em acidentes que envolveram aquele modelo de cómodas.

Lusa

  • Outros casos de fuga de prisões portuguesas
    2:58

    País

    Nos últimos cinco anos, 52 reclusos fugiram de cadeias portuguesas, mas foram todos recapturados. Entre 1999 e 2009, fugiram oito reclusos da prisão de Caxias. Em 2005, um homem condenado a 21 anos de prisão fugiu de Coimbra, viajando por França e pela Polónia. Manuel Simões acabou por ser detido no regresso a Portugal.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.