sicnot

Perfil

Mundo

Papa quer leigos e mulheres em postos-chave do Governo da Igreja Católica

O papa Francisco insistiu hoje na necessidade de atribuir postos-chave a mulheres e leigos, de todo o mundo, no âmbito da reforma do Governo da Igreja Católica.

Num discurso aos membros da administração do Vaticano, por ocasião dos cumprimentos de Natal, Francisco advertiu que esta reforma que empreendeu há cerca de quatro anos, sublinhando que "não tem fins estéticos".

A Igreja Católica não deve temer "as rugas", mas sim "as manchas", sublinhou.

Entre os 12 critérios que devem guiar esta reforma, a catolicidade da Igreja - no sentido etimológico da universalidade - pede a promoção de "pessoas vindas de todo o mundo, incluindo diáconos permanentes e fiéis leigos homens e mulheres, em particular nos dicastérios [ministérios] onde podem ser mais competentes" que os padres, afirmou o papa.

"É muito importante valorizar o papel das mulheres e dos leigos na vida da Igreja e a sua integração em papéis motores dos dicastérios", sublinhou.

Até agora, todos os chefes de dicastérios, incluindo as nomeações recentes do papa argentino, são eclesiásticos.

Depois de um balanço de todas as medidas que tomou desde o início do pontificado, Francisco sublinhou a importância desta reforma que implica uma "mudança de mentalidade".

Francisco explicou que a reforma do Governo da Igreja Católica "não tem fins estéticos" e "não pode ser entendida como uma espécie de 'lifting' ou de maquilhagem para embelezar o idoso corpo curial ou como uma operação de cirurgia estética".

"Não são as rugas da Igreja que devem temer, mas sim as manchas", advertiu o papa argentino, garantindo que para concretizar a reforma não basta "mudar as pessoas, os membros da Cúria devem renovar-se espiritualmente, humanamente e profissionalmente".

Lusa

  • Marcelo condecora hoje Francisco Sá Carneiro a título póstumo
    0:55

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa vai condecorar hoje Francisco Sá Carneiro, a título póstumo. A cerimónia será incluída nas celebrações do 25 de Abril. Também a título póstumo, o Presidente da República vai ainda homenagear o antigo bispo do Porto D. António Ferreira Gomes. As condecorações têm lugar esta tarde no Palácio de Belém para onde já estava marcada a condecoração do arquiteto Siza Vieira. Todos, diz Marcelo, são figuras ligadas à liberdade e democracia.

  • A fuga dos PIDES
    20:08
  • Desconhecem-se as causas do incêndio na fábrica da Tratolixo
    0:43

    País

    Os moradores de Trajouce, em São Domingos de Rana, não ganharam para o susto com um incêndio nas instalações da empresa de resíduos Tratolixo.O alerta foi dado por populares e trabalhadores da empresa. O vento foi o maior problema dos bombeiros no combate às chamas durante a noite. No local estiveram 133 homens, apoiados por 51 viaturas.Desconhecem-se para já as causas do incêndio. O incêndio foi circunscrito de madrugada, mas pode demorar algumas horas a ser dominado.

  • Duas execução no mesmo dia pela primeira vez em 17 anos nos EUA

    Mundo

    O estado norte-americano do Arkansas (sul) executou, na noite de segunda-feira, dois condenados à morte, o que sucede pela primeira vez em 17 anos no país, anunciou a procuradora-geral daquele estado. Jack Jones e Marcel Williams, condenados separadamente na década de 1990 à pena capital por violação e assassínio, receberam uma injeção letal depois de diferentes tribunais terem rejeitado os respetivos recursos, afirmou Leslie Rutledge, em comunicado.