sicnot

Perfil

Mundo

Dirigente de campanha eleitoral de Trump insulta Barack e Michelle Obama

© Hans Pennink / Reuters

Um empresário de Buffalo que codirigiu a campanha de Donald Trump em Nova Iorque expressou o desejo de ver o Presidente Barack Obama morrer depois de ter relações com uma vaca e a primeira-dama "reencarnar como um macho".

O falhado ex-candidato republicano a governador Carl Paladino fez os comentários em resposta a um questionário de um jornal de Buffalo, o Artvoice.

A publicação pediu a artistas, atores e empresários que apresentassem a sua lista de desejos para o Novo Ano.

Na sua resposta, Paladino escreveu que esperava que o Presidente morresse de uma doença apanhada enquanto "estivesse a ter relações" com uma vaca.

Acrescentou que também queria ver Michelle Obama "regressar para ser um macho e perder-se no interior do Zimbabué, para viver confortavelmente numa cave com Maxie, o gorila".

Paladino confirmou por telefone e correio eletrónico ter redigido estes comentários.

Lusa

  • "Joguem à bola"
    1:35

    Desporto

    Cerca de uma centena de adeptos do Sporting esperaram até perto das 3:00 pela chegada da equipa ao estádio de Alvalade. Depois da eliminação da Taça de Portugal, em Chaves, foi necessário o reforço policial para garantir a segurança da comitiva leonina.

  • Oposição diz que défice abaixo dos 2,3% se deve ao aumento de impostos
    2:24

    Economia

    O défice de 2016 vai ficar abaixo dos 2,3%, uma garantia dada pelo primeiro-ministro durante o debate quinzenal desta terça-feira. A oposição diz que o resultado é bom para o país mas que se deve a um aumento de impostos, feito pelo Governo no ano passado, e ao trabalho do PSD e do CDS nos anos anteriores.

  • Obama encurta pena de delatora do Wikileaks
    1:45
  • Putin sai em defesa de Trump
    2:29

    Mundo

    Vladimir Putin já saiu em defesa de Donald Trump e diz que houve uma tentativa de minar o Presidente eleito dos Estados Unidos, através de um alegado relatório, atribuido à espionagem russa. Putin diz que o relatório é falso.