sicnot

Perfil

Mundo

EUA reforçarão arsenal nuclear em resposta a outros países

© Carlo Allegri / Reuters

Um porta-voz do presidente eleito norte-americano esclareceu esta sexta-feira um comentário do próprio Donald Trump - que propôs aumentar o arsenal nuclear do país - afirmando que os Estados Unidos apenas o farão em resposta a outros países.

"Há países em todo o planeta que neste momento falam em aumentar as suas capacidades nucleares. E os Estados Unidos não vão observar isso de longe e permitir que tal aconteça sem agir em conformidade", declarou na CNN Sean Spicer, futuro secretário de imprensa da Casa Branca e porta-voz do próximo presidente.

A mais recente declaração sobre um reforço dos arsenais nucleares por parte de líderes das potências atómicas surgiu na quinta-feira, e pertence a Donald Trump.

O presidente eleito publicou nas redes sociais que os Estados Unidos tem de "expandir e fortalecer em grande medida" o seu arsenal nuclear, "até ao dia em que o mundo ganhe juízo no que diz respeito às [bombas] nucleares".

As estimativas sobre arsenais nucleares da organização Arms Control Association (relativas a 2016) indicam que a Rússia terá atualmente 7.300 ogivas nucleares, contra as cerca de 7.100 dos Estados Unidos. A França terá 300 ogivas, China 260 e o Reino Unido outras 215.

Os outros países que terão ogivas nucleares - segundo a mesma fonte - são o Paquistão (140), a Índia (110), Israel (80) e a Coreia do Norte (oito).

Ainda na manhã desta sexta-feira, uma jornalista da cadeia norte-americana MSNBC, Mika Brzezinski, noticiou que o presidente eleito tinha acabado de lhe dizer, por telefone e sem estar ainda a gravar, que "se fosse preciso" os Estados Unidos fariam "uma corrida ao armamento" nuclear.

"Vamos ultrapassá-los em todas as etapas e vamos sobreviver", terá dito Trump à margem de uma entrevista com Brzezinski.

Spicer escusou-se a esclarecer os novos comentários de Trump, afirmando que se tratou de uma "conversa privada".

"Donald Trump fará o que for preciso para proteger o país e se um outro país ou países quiserem ameaçar a nossa segurança, a nossa soberania, ele fará o for necessário", realçou ainda Spicer.

Questionado sobre se isso quer dizer que Trump admite usar o armamento nuclear, Spicer respondeu: "Não, (isto quer dizer que) ele não descarta qualquer eventualidade".

Lusa

  • Fuga de ácido em camião corta EN1 em Gaia

    País

    Uma fuga de gás clorídrico do contentor de um camião que circulava na zona de Pedroso em Vila Nova de Gaia obrigou ao corte do trânsito na EN 1, no sentido Norte/Sul.

    Em desenvolvimento

  • Polémica sobre offshore intensifica guerra de palavras entre PSD e Governo
    2:39
  • DGO divulga hoje execução orçamental de janeiro

    Economia

    A Direção-Geral do Orçamento (DGO) divulga hoje a síntese de execução orçamental em contas públicas de janeiro, sendo que o Governo estima reduzir o défice para 1,6% do Produto Interno Bruto (PIB) em contabilidade nacional em 2017.

  • Paulo Fonseca e Paulo Sousa fora da Liga Europa

    Liga Europa

    A segunda mão dos 16 avos-de-final da Liga Europa ficou marcada pelas eliminações de duas equipas treinadas por portugueses: a Fiorentina de Paulo Sousa e o Shakhtar Donetsk de Paulo Fonseca. Paulo Bento, no Olympiacos, e José Mourinho, no Manchester United, são os únicos técnicos lusos ainda em competição. Noutros jogos, destaque para os afastamentos do Tottenham e do Zenit. Veja aqui os resumos de todos os encontros desta noite europeia. O sorteio dos oitavos-de-final está agendado para esta sexta-feira, às 12h00, hora de Lisboa.

  • "Não preciso de ajustar contas com ninguém"
    0:49

    País

    O ex-Presidente da República insiste que José Sócrates foi desleal durante as negociações do Orçamento do Estado para 2011. Numa entrevista dada à RTP1, Cavaco Silva esclareceu ainda que não escreveu o livro de memórias para ajustar contas com o ex-primeiro-ministro.

  • Sócrates em processo judicial surpreende Cavaco
    0:18

    País

    Cavaco Silva afirmou ter ficado surpreendido com o envolvimento de José Sócrates num processo judicial. Em entrevista à RTP1 o ex-Presidente da República diz que nunca se apercebeu de qualquer "atuação legalmente menos correta" da parte de Sócrates.

  • PSD questiona funcionamento da Assembleia da República
    2:39

    Caso CGD

    O PSD e o CDS vão entregar esta sexta-feira no Parlamento o pedido para criar uma nova Comissão de Inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos. Os dois partidos reuniram-se esta quarta-feira para fechar o texto do requerimento. Durante o dia, o PSD considerou que o normal funcionamento da Assembleia da República está em causa, o que levou Ferro Rodrigues a defender-se e a garantir que está a ser imparcial.

  • Marcelo rejeita discussões menores na banca
    0:32

    Economia

    O Presidente da República avisa que não se devem introduzir querelas táticas e menores no sistema financeiro. Num encontro que reuniu publicamente Marcelo e Centeno, o Presidente diz que é preciso defender o interesse nacional.

  • Três dos planetas encontrados podem conter água e vida
    3:28
  • Túnel descoberto em cadeia brasileira tinha ligação a uma habitação
    0:44

    Mundo

    A polícia brasileira descobriu um túnel que ligava a cadeia de Porto Alegre a uma casa e serviria para libertar prisioneiros do estabelecimento. As autoridades detiveram sete homens e uma mulher no local. A construção permitiria uma fuga massiva que poderia chegar aos 200 mil fugitivos e estima-se que terá custado mais de 300 mil euros. A polícia do Rio Grande do Sul acredita, assim, ter impedido aquela que seria a maior fuga de prisioneiros de sempre no Estado brasileiro.