sicnot

Perfil

Mundo

Separatistas ucranianos pró russos aceitam cessar-fogo a partir da meia-noite

© Marko Djurica / Reuters

Os separatistas pró russos do leste ucraniano anunciaram esta sexta-feira ter aceitado um novo cessar-fogo proposto pelo Grupo de Contacto, que junta a Ucrânia, a Federação Russa e a Organização para a Cooperação e Segurança na Europa (OSCE).

Reunido esta sexta-feira na capital bielorrussa, Minsk, o grupo apelou a um cessar-fogo a partir da meia-noite (22:00 horas de Lisboa), em razão das festas de fim de ano.

"Uma trégua ilimitada vai entrar em vigor à meia-noite", confirmou hoje um representante dos separatistas de Donetsk, Denis Pouchiline, citado por um sítio de informação pró russo.

Por sua parte, o porta-voz do exército ucraniano, Olexandre Motiouzaniouk, tinha anunciado na véspera o acordo dos militares para o cessar-fogo.

O Presidente ucraniano, Petro Porochenko, felicitou-se com a aceitação pelos separatistas, manifestando a esperança de que o cessar-fogo tenha um caráter "durável".

Disse esperar que "graças a estas medidas, tomadas na véspera das festas de Natal e Ano Novo, o cessar-fogo no leste da Ucrânia tenha um caráter durável".

O Natal ortodoxo é celebrado em 07 de janeiro no território da antiga URSS.

Na quinta-feira, a OSCE tinha alertado para o "aumento da violência" na Ucrânia, perante a multiplicação de ataques mortíferos entre tropas ucranianas e separatistas pró russos e triplicação, segundo observadores, do uso de armas pesadas pelas duas partes do conflito.

A Ucrânia está confrontada com um conflito, que dura há mais de dois anos, entre forças governamentais e separatistas pró russos, que segundo o governo de Kiev e o Ocidente, são apoiados militarmente pela Federação Russa, o que o governo de Moscovo desmente.

Com Lusa

  • Anastasia Deyeva, nova vice-ministra do Interior causa polémica na Ucrânia

    Mundo

    O contexto político na Ucrânia tem sido recheado de controvérsias, a recente nomeação no Governo Kiev está também a gerar polémica. Anastasia Deyeva, de 24 anos, foi escolhida para número dois do Ministério do Interior. Esta é a primeira vez que alguém tão jovem irá ocupar um cargo de tão grande responsabilidade no país. Muito ucranianos alegam também que Anastasia Deyeva não tem as qualificações necessárias para o cargo.

  • Ministro "mais descansado" com relatório sobre Almaraz, ambientalistas contestam
    2:01

    País

    O ministro do Ambiente diz estar mais descansado depois de conhecer o relatório técnico que considera o armazém de resíduos nucleares em Almaraz uma solução adequada. Já as associações ambientalistas e os partidos criticam o parecer positivo à construção e querem ouvir os ministros do Ambiente e dos Negócios Estrangeiros no Parlamento.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52
  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, faz este sábado, 100 dias. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.