sicnot

Perfil

Mundo

Sequestradores do avião líbio detidos, todos os passageiros em segurança

© Darrin Zammit Lupi / Reuters

Dois sequestradores desviaram um avião comercial líbio para Malta e ameaçaram fazer explodir duas granadas. As portas do avião foram abertas às 12:44 (hora de Lisboa), altura em que saiu o primeiro grupo de passageiros, composto por mulheres e crianças. Às 14h46, todos os passageiros e tripulantes tinham sido retirados e os sequestradores detidos.

Última atualização às 14:46

Um total de 109 pessoas foram entretanto libertadas do avião da companhia líbia Afriqiyah Airways,anunciou o primeiro-ministro maltês.

Um primeiro grupo de 25 mulheres e um bebé saiu do aparelho, um Airbus 320, pouco antes das 14:00 (13:00 em Lisboa), seguindo-se vários grupos, até ao total de 109 pessoas libertadas.

O avião tinha partido de Sebha, no sul da Líbia, com 111 passageiros e sete tripulantes.

O primeiro-ministro de Malta anunciou na rede social Twitter o início da retirada de passeiros.

Um trabalhador da Afriqiyah Airways afirmou que os sequestradores tencionam libertar os passageiros mas manter o piloto.

A bordo estão 118 pessoas, incluindo sete tripulantes, de acordo com fontes do Governo maltês à agência France Press.

Fontes do Governo maltês indicaram à AFP que existe apenas um sequestrador a bordo, que disse à tripulação estar na posse de uma granada, e que só libertaria os passageiros se as suas exigências -- não especificadas -- fossem satisfeitas.

A Líbia está mergulhada no caos desde a queda do ditador Muammar Khadafi em 2011.

  • Novo Banco vai reestruturar dívida de Luís Filipe Vieira
    1:22

    Desporto

    O Novo Banco vai reestruturar parte da dívida da empresa de Luís Filipe Vieira, que ronda os 400 milhões de euros. Parte dos ativos da empresa foram transferidos para um fundo para serem rentabilizados no prazo de cinco anos. Esse fundo está a ser gerido pelo vice-presidente do Benfica.

  • Dono de fábrica que ardeu na Anadia diz que produção não vai ser afetada
    2:04
  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espírito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espírito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Tragédia em Vila Nova da Rainha aconteceu há uma semana
    7:18
  • Doze meses de polémicas, ameaças e promessas
    3:52