sicnot

Perfil

Mundo

Homem "salva" 3.300 bebés com lei do "Refúgio Seguro"

Quase 3.300 bebés norte-americanos que poderiam ter sido abandonados, e talvez morrido, encontraram casas ao longo dos últimos 17 anos graças à legislação do "Refúgio Seguro".

A legislação deveu-se, em parte, aos esforços de um paramédico reformado de Nova Iorque, que se cansou de ter de responder a chamadas relativas a recém-nascidos mortos e pressionou os legisladores dos 50 estados dos Estados Unidos a aprovarem regras para criar "Refúgios Seguros", que permitem que as mães deixem os bebés em quartéis dos bombeiros, esquadras de polícia e hospitais.

Tim Jaccard fundou também uma organização que serve como intermediária nas entregas dos bebes, para que o acolhimento seja feito de forma segura.

Durante as épocas festivas regista-se normalmente um aumento destes abandonos.

No ano passado, um rapaz recém-nascido foi deixado na manjedoura de um presépio numa igreja nova-iorquina.

Lusa

  • Novo regime dos recibos verdes "acaba com as injustiças dos escalões"
    1:10
  • Brinquedos tecnológicos para oferecer no Natal
    5:33
  • Aniversário de Marcelo passado nas comemorações dos 700 anos da Marinha
    1:45

    País

    O Presidente da República defende que é preciso continuar a investir na Armada, nas pessoas, nas capacidades e no apoio de retaguarda. No dia em que fez 69 anos, Marcelo Rebelo de Sousa esteve nas comemorações dos 700 da Marinha, onde sublinhou os sete séculos de conquistas e de combates navais.

  • Costa anuncia reunião sobre neutralidade carbónica em fevereiro
    2:03

    País

    O Presidente francês defende que é preciso ir mais longe e mais rápido na luta contra as alteração climáticas, numa resposta à decisão de Donald Trump de retirar os EUA do Acordo de Paris. Em fevereiro, será a vez de Portugal organizar uma reunião sobre energia e transportes.