sicnot

Perfil

Mundo

Índia inicia construção de estátua mais alta do mundo

Mumbai, Índia

© Danish Siddiqui / Reuters

O primeiro ministro indiano Narendra Modi lançou este sábado a primeira pedra da que será a estatua mais alta do mundo, um projeto polémico que vai custar mais de 507 milhões de euros.

A estátua de Chhatrapati Shivaji, um governante hindu do século XVII, que combateu a dinastia muçulmana Mughal e criou o seu próprio reino, vai ser duas vezes maior do que a Estátua da Liberdade, em Nova Iorque, e cinco vezes maior do que a do Cristo Redentor, no Rio de Janeiro.

A estrutura, um projeto acarinhado pelo nacionalista Modi, vai erguer-se a 192 metros numa ilha situada ao largo da costa ocidental de Mumbai, no Mar da Arábia.

Quando for terminada, a estátua irá sobrepor-se à do Buda do Templo da Primavera, na província chinesa de Henan, atualmente a mais alta do mundo.

Ao terminar, ele irá torre sobre a 128 metros da Primavera Templo de Buda na província de Henan da China fez é atualmente estátua mais alta do mundo.

O governo do estado de Maharashtra, cuja capital é Mumbai, espera gastar 36 mil milhões de rupias (cerca de 507 milhões de euros) na estátua, que deve ser concluída em 2019.

O projeto tem sido questionado por várias pessoas que consideram que o governo devia canalizar esses recursos para infraestruturas, educação e desenvolvimento.

Até hoje, mais de 27 mil pessoas tinham assinado uma petição online pedindo ao governo para desistir dos seus planos, argumentando que além de ser "um desperdície de dinheiro", a estátua vai ser "terrível para o ambiente, para o tráfego no sul de Bombaim e um pesadelo a nível de segurança".

Lusa

  • O dia que roubou dezenas de vidas em Pedrógrão Grande
    3:47
  • Morreu Miguel Beleza

    País

    Miguel Beleza, economista e antigo ministro das Finanças, morreu esta quinta-feira de paragem cardio-respiratória aos 67 anos.

  • "Estamos a ficar sem espaço. Está na hora de explorar outros sistemas solares"

    Mundo

    O físico e cientista britânico Stephen Hawking revelou alguns dos seus desejos para um novo plano de expansão espacial. Hawking está em Trondheim, na Noruega, para participar no Starmus Festival que promove a cultura científica. E foi lá que o físico admitiu que a população mundial está a ficar sem espaço na Terra e que "os únicos lugares disponíveis para irmos estão noutros planetas, noutros universos".

    SIC

  • Não posso usar calções... visto saias

    Mundo

    Perante a proibição de usar calções no emprego, um grupo de motoristas franceses adotou uma nova moda para combater o calor. Os trabalhadores decidiram trocar as calças por saias, visto que a peça de roupa é permitida no uniforme da empresa para a qual trabalham.

  • De refugiada a modelo: a história de Mari Malek

    Mundo

    Mari Malek chegou aos Estados Unidos da América quando era ainda uma criança. Chegada do Sudão do Sul, a menina era uma refugiada à procura de um futuro melhor, num país que não era o seu. Agora, anos depois, Mari Malek é modelo, DJ e atriz, e vive em Nova Iorque. Fundou uma organização sediada no país onde nasceu voltada para as crianças que passam por dificuldade, como também ela passou.