sicnot

Perfil

Mundo

Índia inicia construção de estátua mais alta do mundo

Mumbai, Índia

© Danish Siddiqui / Reuters

O primeiro ministro indiano Narendra Modi lançou este sábado a primeira pedra da que será a estatua mais alta do mundo, um projeto polémico que vai custar mais de 507 milhões de euros.

A estátua de Chhatrapati Shivaji, um governante hindu do século XVII, que combateu a dinastia muçulmana Mughal e criou o seu próprio reino, vai ser duas vezes maior do que a Estátua da Liberdade, em Nova Iorque, e cinco vezes maior do que a do Cristo Redentor, no Rio de Janeiro.

A estrutura, um projeto acarinhado pelo nacionalista Modi, vai erguer-se a 192 metros numa ilha situada ao largo da costa ocidental de Mumbai, no Mar da Arábia.

Quando for terminada, a estátua irá sobrepor-se à do Buda do Templo da Primavera, na província chinesa de Henan, atualmente a mais alta do mundo.

Ao terminar, ele irá torre sobre a 128 metros da Primavera Templo de Buda na província de Henan da China fez é atualmente estátua mais alta do mundo.

O governo do estado de Maharashtra, cuja capital é Mumbai, espera gastar 36 mil milhões de rupias (cerca de 507 milhões de euros) na estátua, que deve ser concluída em 2019.

O projeto tem sido questionado por várias pessoas que consideram que o governo devia canalizar esses recursos para infraestruturas, educação e desenvolvimento.

Até hoje, mais de 27 mil pessoas tinham assinado uma petição online pedindo ao governo para desistir dos seus planos, argumentando que além de ser "um desperdície de dinheiro", a estátua vai ser "terrível para o ambiente, para o tráfego no sul de Bombaim e um pesadelo a nível de segurança".

Lusa

  • Alemães protestam contra a Extrema-Direita
    0:39
  • Ciclista Peter Sagan tricampeão do mundo

    Desporto

    O eslovaco Peter Sagan deixou este domingo mais uma marca na história do ciclismo, ao sagrar-se campeão do mundo de fundo pela terceira vez consecutiva, uma proeza inédita para norueguês ver e lamentar.