sicnot

Perfil

Mundo

Índia inicia construção de estátua mais alta do mundo

Mumbai, Índia

© Danish Siddiqui / Reuters

O primeiro ministro indiano Narendra Modi lançou este sábado a primeira pedra da que será a estatua mais alta do mundo, um projeto polémico que vai custar mais de 507 milhões de euros.

A estátua de Chhatrapati Shivaji, um governante hindu do século XVII, que combateu a dinastia muçulmana Mughal e criou o seu próprio reino, vai ser duas vezes maior do que a Estátua da Liberdade, em Nova Iorque, e cinco vezes maior do que a do Cristo Redentor, no Rio de Janeiro.

A estrutura, um projeto acarinhado pelo nacionalista Modi, vai erguer-se a 192 metros numa ilha situada ao largo da costa ocidental de Mumbai, no Mar da Arábia.

Quando for terminada, a estátua irá sobrepor-se à do Buda do Templo da Primavera, na província chinesa de Henan, atualmente a mais alta do mundo.

Ao terminar, ele irá torre sobre a 128 metros da Primavera Templo de Buda na província de Henan da China fez é atualmente estátua mais alta do mundo.

O governo do estado de Maharashtra, cuja capital é Mumbai, espera gastar 36 mil milhões de rupias (cerca de 507 milhões de euros) na estátua, que deve ser concluída em 2019.

O projeto tem sido questionado por várias pessoas que consideram que o governo devia canalizar esses recursos para infraestruturas, educação e desenvolvimento.

Até hoje, mais de 27 mil pessoas tinham assinado uma petição online pedindo ao governo para desistir dos seus planos, argumentando que além de ser "um desperdície de dinheiro", a estátua vai ser "terrível para o ambiente, para o tráfego no sul de Bombaim e um pesadelo a nível de segurança".

Lusa

  • Primeiro-ministro agradece sacrifícios dos portugueses
    0:46

    Economia

    O primeiro-ministro diz que os números do INE em relação ao défice de 2016 são prova de que havia uma alternativa e deixou uma palavra de agradecimento aos portugueses. As declarações de António Costa foram feiras aos jornalistas em Roma, onde se encontra para assinalar no sábado os 60 anos da União Europeia.

  • Jerónimo diz que UE vai continuar a causar constrangimentos a Portugal
    0:35

    Economia

    Esta sexta-feira na inauguração de uma exposição em Almada que denuncia a precariedade dos postos de trabalho, Jerónimo de Sousa falou sobre o défice de 2016. Para o secretário-geral do PCP, apesar do Governo ter ido além do exigido por Bruxelas, a União Europeia vai continuar a impedir Portugal de crescer.

  • Enfermeiros desconvocam greve

    País

    O Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP) desconvocou esta sexta-feira a greve geral nacional marcada para quinta e sexta-feira da próxima semana, anunciou o presidente da estrutura, justificando com os compromissos assumidos pelo Ministério da Saúde.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.

  • Probido fumar na praia? Não-fumadores aplaudem ideia
    1:33

    País

    O Comissário Europeu da Saúde defende uma proibição total do consumo de tabaco no espaço público. Esta e outras medidas foram defendidas, ontem, na Conferência Tabaco e Saúde da Liga Portuguesa Contra o Cancro. 

  • Visitar o Titanic vai custar 97 mil euros por pessoa

    Mundo

    Uma viagem a bordo do Titanic em 1912 era considerada uma viagem de luxo. Mais de 100 anos depois, continua a ser um luxo visitar o Titanic. Em 2018, vai ser possível conhecer os restos daquele que em tempos foi o maior navio do mundo. Contudo, nem todos vão poder fazê-lo, pois a viagem irá custar cerca de 97 mil euros por pessoa.