sicnot

Perfil

Mundo

Dois extremistas do Daesh condenados a prisão perpétua no Egito

Dois homens ligados ao grupo extremista Estado Islâmico (EI) foram hoje condenados a cumprir prisão perpétua no Egito devido ao seu envolvimento num ataque a um hotel numa estância turística no Mar Vermelho, que feriu três turistas.

A informação foi avançada pela agência de notícias francesa (AFP), que cita uma fonte judicial.

Em janeiro, um grupo de homens armados com facas entraram no restaurante do hotel Bella Vista em Hurghada, Egito, enquanto os turistas jantavam, ferindo ligeiramente um casal de idosos austríacos e um homem sueco.

Ninguém reivindicou a responsabilidade pelo ataque, durante o qual a polícia matou um dos participantes, Mohamad Mahfouz, e feriu outro, Mohamed Abdul Kheir.

A acusação disse que o atacante sobrevivente e um outro egípcio, Ahmad Mansour, identificado como 'jihadista' do Estado Islâmico a atuar na Síria, onde o EI está ativo, estiveram na orgem do planeamento deste ataque, com o primeiro também envolvido na execução do atentado.

A fonte do tribunal, que pediu anonimato, disse que Mohamed Abdul Kheir esteve presente no tribunal para ouvir a sentença, enquanto Mansour foi condenado sem estar presente (ainda não foi capturado).

O tribunal deu como provada a tese da acusação, que indicava que Mansour incitou os outros dois jovens (Mahfouz e Kheir) a lançar ataques contra turistas em Hurghada e a juntarem-se ao EI.

A filial egípcia do EI está a lançar uma insurgência no norte da Península do Sinai, que já matou centenas de policiais e soldados.

Mas os 'jihadistas' estão também a levar a cabo ataques noutras regiões do Egito, incluindo um ataque à bomba numa igreja do Cairo que provocou a morte de 27 pessoas este mês.

Também é atribuído ao EI um ataque em outubro de 2015 contra um avião russo que transportava cidadãos russos da estância turística de Sharm el-Sheikh, no Mar Vermelho, e que vitimou todas as 224 pessoas que seguiam a bordo, abalando seriamente a indústria do turismo egípcia.

Lusa

  • "Já só lhes resta uma coisa: bisbilhotar comunicações privadas"
    2:57

    Caso CGD

    O primeiro-ministro diz que o PSD atingiu o grau zero da política, quando chegou à "bisbilhotice" de querer ver as mensagens trocadas entre o ministro das Finanças e António Domingues. A polémica da Caixa Geral de Depósitos voltou a marcar o debate quinzenal, com António Costa a garantir que nunca esteve em causa a entrega de declarações da administração. Já o PSD e o CDS a acusaram o Governo de violar as regras da transparência e de oprimir os direitos da oposição.

  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • Técnica de defesa contra aperto de mão de Donald Trump
    1:39
  • Vídeo mostra aterragem de Harrison Ford que quase causou um desastre

    Mundo

    Harrison Ford quase provocou um grave acidente quando, ao pilotar um dos seus aviões, falhou a pista de aterragem e esteve muito perto de chocar contra um um Boeing 737, com mais de 100 pessoas a bordo. O incidente com o ator norte-americano, considerado um piloto experiente, aconteceu na passada segunda-feira, dia 13, no Condado de Orange, na Califórnia, e o momento foi captado em vídeo.

  • Descoberta nova espécie de primatas em Angola

    Mundo

    Uma equipa britânica de cientistas descobriu uma nova espécie de galagos anões, um primata pertencente à família dos galonídeos - comum na África subsariana -, na floresta ameaçada da Kumbira, localizada na província do Cuanza Sul, noroeste de Angola.

  • Vestidos da princesa Diana em exposição
    1:29

    Mundo

    As roupas mais emblemáticas da princesa Diana vão estar em exposição no Palácio de Kensington, em Londres, a partir de sexta-feira. O objetivo é mostrar a evolução do estilo da princesa de Gales, considerada um dos maiores ícones de moda de sempre.