sicnot

Perfil

Mundo

Papa diz que é tempo de "calar as armas" na Síria

Papa diz que é tempo de "calar as armas" na Síria

O Papa apelou ao fim do terrorismo e da guerra na missa desta manhã, no Vaticano. Lançou um apelo à paz "na Síria martirizada onde tanto sangue foi já derramado" pedindo que "as armas se calem definitivamente".

"É tempo de as armas se calarem definitivamente e que a comunidade internacional se empenhe ativamente numa solução negocial", declarou o papa na Praça de São Pedro, no Vaticano, por ocasião da tradicional mensagem de Natal, antes da bênção "Urbi et Orbi".

O líder religioso apelou ainda à paz na Terra Santa, pedindo que "israelitas e palestinianos tenham a coragem e a determinação de escrever uma nova página da História, onde o ódio e a vingança deem lugar à vontade de construírem juntos um futuro de compreensão recíproca e harmonia".

O chefe da Igreja Católica dirigiu ainda uma mensagem a todos os que perderam entes queridos em atos terroristas: "paz para quem perdeu um ente querido por causa de atos de terrorismo atrozes, que semearam o medo e a morte em tantos países e cidades".

A 19 de dezembro, um ataque com um camião provocou 19 mortos num mercado de Natal, em Berlim, na Alemanha.

  • Bataglia deixou passar 12 milhões pela sua conta a pedido de Salgado
    2:05

    Operação Marquês

    O presidente da Escom e arguido na Operação Marquês Helder Bataglia terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, amigo de José Sócrates. O amigo de Sócrates e Bataglia terão combinado várias formas de não levantar suspeitas. A notícia é avançada pelo jornal Expresso na edição deste sábado.

  • Dirigente derrotado da Gâmbia concorda em ceder poder

    Mundo

    O ex-presidente e candidato derrotado das eleições na Gâmbia, Yahya Jammeh, concordou em ceder o poder ao novo Presidente do país, empossado na quinta-feira, indicou esta sexta-feira um responsável governamental senegalês.

  • Cantora brasileira conhecida pela "Lambada" terá sido assassinada
    1:25

    Mundo

    Terá sido assassinada a cantora brasileira conhecida em Portugal pela "lambada", um ritmo que marcou o fim dos anos 90. Foi encontrada carbonizada dentro do próprio carro depois de assaltada em casa. Três suspeitos suspeitos do homicídio da cantora Loalwa Braz foram já detidos.