sicnot

Perfil

Mundo

Trabalhadora de organização humanitária sequestrada no norte do Mali

Rebecca Blackwell

As autoridades francesas confirmaram o sequestro da líder da organização não governamental "Save The Children", Sophie Petronin, no sábado, na região de Gao, no norte do Mali, anunciou hoje a agência France Presse.

"As autoridades francesas, em colaboração com as autoridades do Mali, estão totalmente mobilizadas para encontrar e libertar, o mais rapidamente possível, a compatriota", afirmou o porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros francês, Romain Nadal Orsay, citado pela AFP.

A mulher, de nacionalidade franco-suiça, foi sequestrada pelas 17:00, indicaram fontes locais do Mali no sábado à agência Efe, sem fornecer mais informações sobre a identidade da trabalhadora ou as circunstâncias do rapto.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros acrescentou, em comunicado, que está em contacto com a família de Sophie Petronin, que trabalhou naquela região do Mali, onde fundou aquela organização humanitária para ajudar as crianças que sofrem de desnutrição.

Gao, a maior cidade do norte do Mali, é uma das zonas mais inseguras do país, que escapa ao controlo do Governo central e onde operam vários grupos extremistas locais que atacam com frequência o exército e as forças da Organização das Nações Unidas (ONU) na zona (MINUSMA).

A organização Control Risks, especializada na evolução e nível de segurança no mundo, publicou no mês passado um relatório que colocou o Mali entre os países com alto nível de risco e onde há elevada percentagem de crimes, sequestros e roubos a turistas e habitantes.


Lusa

  • PS acusa PSD e CDS de falta de agenda política
    1:01

    Caso CGD

    O PS considera o anúncio desta nova comissão parlamentar de inquérito à Caixa Geral de Depósitos um ataque doentio de PSD e CDS ao ministro das Finanças, que visa apenas desviar as atenções dos bons resultados da economia portuguesa. O deputado socialista João Paulo Correia diz que falta agenda política aos partidos de direita.

  • "Fiz coisas de que me envergonho"
    2:31
  • Mulheres heterossexuais têm menos orgasmos que as lésbicas

    Mundo

    As mulheres heterossexuais têm menos orgasmos que as lésbicas ou bissexuais, ou mesmo que todos os homens hetero, homo ou bissexuais. O estudo que dá conta desta realidade revela também o que fazer para aumentar as hipóteses de uma mulher alcançar um orgasmo.