sicnot

Perfil

Mundo

Marcha a pé de Berlim a Alepo pela paz

PAUL ZINKEN / EPA

Várias centenas de ativistas pela paz iniciaram hoje em Berlim uma marcha com destino à Síria que se prolongará por meses, como forma de apelar para o fim dos combates naquele país.

As bandeiras brancas que assinalam a Marcha Civil por Alepo começaram a ser sopradas por um vento frio e sob um céu encoberto no antigo Aeroporto de Tempelhof, de onde partiram para a Síria.

Os organizadores dizem que esperam cobrir cerca de 20 quilómetros por dia e demorar cerca de três meses e meio a fazer o caminho desde a Alemanha e passando pela República Checa, Áustria, Eslovénia, Croácia, Sérvia, Macedónia, Grécia e Turquia.

Alguns apenas farão parte do caminho e outros estão convidados a juntarem-se ao cortejo.

Têm como objetivo, pelo menos, chegar à fronteira com a Síria, mas, se possível, ir até Alepo, o palco dos combates mais violentos na guerra que se arrasta no país.

Paul Zinken / EPA

  • O fim do julgamento do caso BPN, seis anos depois
    2:26

    País

    O antigo presidente do BPN José Oliveira Costa tentou adiar o fim do julgamento principal do caso com um recurso para o Tribunal Constitucional. Apesar disso, a leitura do acórdão continua marcada para esta quarta-feira, quase seis anos e meio depois de os 15 arguidos se terem sentado pela primeira vez no banco dos réus.

  • José Oliveira Costa, o rosto do buraco financeiro do BPN
    3:04

    País

    José Oliveira Costa foi o homem forte do BPN durante 10 anos e tornou-se o rosto do gigantesco buraco financeiro. Manteve-se em silêncio durante todo o julgamento, mas falou aos deputados da comissão de inquérito, para negar qualquer envolvimento no escândalo que fez ruir o BPN.

  • Saída do Procedimento por Défice Excessivo marca debate no Parlamento
    1:40
  • Filhos tentam anular casamento de pai de 101 anos

    País

    O casamento de um homem de 101 anos com uma mulher com metade da idade, em Bragança, está a ser contestado judicialmente pelos filhos do idoso, que acusam aquela que era empregada da família de querer ser herdeira.