sicnot

Perfil

Mundo

Thomas Bossert será conselheiro de Trump para segurança e antiterrorismo

Andrew Harnik

O Presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, divulgou esta terça-feira a escolha de Thomas Bossert, um antigo elemento da equipa do ex-Presidente George W. Bush, para conselheiro em matérias de segurança nacional, antiterrorismo e cibersegurança.

"Tom (Bossert) traz para a nossa equipa da Casa Branca uma enorme profundidade e uma grande extensão de conhecimento e de experiência para a proteção da nossa pátria", destacou Trump.

Para o Presidente eleito, o novo conselheiro será um "ativo inestimável" para a nova administração norte-americana porque conhece a "complexidade dos desafios da segurança nacional, da luta antiterrorista e da cibersegurança".

Thomas Bossert aceitou o convite de Trump e agradeceu ao magnata nova-iorquino a "fé" que depositou na sua pessoa e a "oportunidade" de servir num cargo que exige uma grande confiança pública.

"Espero trabalhar em estreita colaboração com o general Michael Flynn (escolhido para ser o principal conselheiro para a segurança nacional) para juntos ajudarmos o Presidente eleito a promover os interesses dos Estados Unidos e dos seus aliados", afirmou Bossert, que já assumiu no passado uma posição similar na Casa Branca.

O novo elemento da equipa de Trump foi assessor para a segurança interna durante a administração do também republicano George W. Bush (2001-2009). Na altura, Thomas Bossert assessorou Bush "em questões de segurança nacional, antiterrorismo, cibersegurança e continuidade de operações".

Entre outras iniciativas, Bossert liderou "os esforços para melhorar as operações civis do governo" e foi coautor e redator em 2007 da Estratégia Nacional para a Segurança Nacional, bem como foi responsável pelo relatório sobre a eficácia do programa governamental de reação ao furação Katrina, que devastou a zona de Nova Orleães em 2005.

Também esteve envolvido no desenvolvimento de estratégias para a cibersegurança nos Estados Unidos.

Desde 2009, Thomas Bossert, que estudou Direito na Universidade George Washington e Administração Empresarial na Universidade de Pittsburgh, lançou uma consultora especializada na área da segurança nacional e integrou o Conselho do Atlântico, organização criada em 1961 para promover uma aproximação entre a Europa e os Estados Unidos da América.

Lusa

  • Encontrado corpo de mariscador desaparecido no Barreiro

    País

    O corpo do homem com cerca de 50 anos apareceu esta manhã junto ao Clube Naval do Barreiro, na mesma zona onde tinha desaparecido na noite deste sábado. A informação já foi confirmada à SIC pela Polícia Marítima, que adiantou que o corpo já foi levado para a morgue. O alerta foi dado por volta das 22:30 de ontem pelos companheiros de nacionalidade chinesa que estavam com a vítima na apanha de bivalves na margem sul do Tejo.

  • Portugal "precisa avançar no trabalho" para reduzir crédito malparado
    1:36

    Economia

    Bruxelas recomenda e insiste que o Governo português avance no trabalho para resolver o crédito malparado. Em entrevista à SIC e ao Expresso, o vice-Presidente da Comissão para o Euro e Estabilidade Financeira, Valdis Dombrovskis, adianta que Bruxelas está também a preparar um Plano de Ação ao nível europeu.

    Entrevista SIC/Expresso

  • Líder do Daesh abatido durante fuga

    Daesh

    Um líder do Daesh e o assistente foram abatidos pela polícia iraquiana, em Mossul. A notícia é avançada pela agência EFE que esclarece que os dois homens terão sido mortos enquanto fugiam do Oeste para Este da cidade iraquiana através do rio Tigre.