sicnot

Perfil

Mundo

Alemanha apoiou este ano o regresso ao país natal de mais de 54 mil migrantes

© Marko Djurica / Reuters

As autoridades alemãs anunciaram que mais de 54 mil migrantes, incluindo candidatos a asilo rejeitados, receberam apoio financeiro este ano do Estado alemão para regressarem ao país natal, aumentando significativamente os estímulos para o regresso voluntário dos mesmos.

A Alemanha está empenhada em fazer regressar aos países de origem o maior número possível de candidatos a asilo rejeitados, depois de um influxo de 890 mil migrantes no ano passado.

O porta-voz do Ministério alemão do Interior, Harald Neymanns, indicou esta quarta-feira, de acordo com a agência Associated Press, que o total de fundos aprovados para o apoio ao regresso de migrantes foi de 21,5 milhões de euros.

A mesma fonte acrescentou que 35,5 mil pessoas com ordem de saída da Alemanha o fizeram voluntariamente em 2015, mas sublinhou que esse número não pode ainda ser comparado com o de 2016, uma vez que este ainda não está fechado.

Neymanns recordou que o ministro do Interior, Thomas de Maiziere "sempre disse que o regresso voluntário é preferível à deportação".

Lusa

  • A semana em revista

    Mundo

    Com a semana a chegar ao fim, a SIC Notícias apresenta-lhe, num único artigo, os destaques que marcaram a atualidade nos últimos dias. Um espaço onde pode ficar a saber, ou simplesmente recordar, os temas que marcaram a semana noticiosa.

    André de Jesus