sicnot

Perfil

Mundo

Cerca de 900 migrantes resgatados ao largo da Líbia

© Jon Nazca / Reuters

A guarda costeira italiana resgatou 900 migrantes na madrugada desta quarta-feira ao largo da Líbia, numa operação delicada devido às condições meteorológicas e que confirma os números recorde de travessias atingidos este ano naquela zona.

A maioria dos migrantes estava a bordo de duas embarcações de madeira que navegavam lado a lado, detetadas durante a noite. Cerca de 40 outros migrantes foram resgatados de uma terceira embarcação detetada na zona ao nascer do sol.

A guarda costeira italiana mobilizou para a operação de resgate um navio militar britânico integrado na operação europeia Sophia e um navio fretado pela ONG SOS Mediterrâneo, o "Aquarius".

Num comunicado, a SOS Mediterrâneo precisou que uma das duas embarcações de madeira estava a meter água, mas que todos os passageiros foram resgatados sãos e salvos.

Mais de 400 das pessoas socorridas foram recolhidas pelo "Aquarius", entre os quais se contavam "muitos eritreus, bangladeshianos, paquistaneses, somalis, mas também sírios".

Segundo o último balanço do Ministério do Interior de Itália, divulgado antes do resgate de hoje, mais de 180.300 migrantes, na maioria oriundos da África Ocidental e do Corno de África, chegaram às costas italianas em 2016.

Este número representa um aumento de 17% em relação a 2015 e de 6% em relação ao recorde de 170.100 atingido em 2014.

Por outro lado, segundo a ONU, mais de 5.000 pessoas morreram este ano na travessia do Mediterrâneo, na maioria ao largo da Líbia, o balanço de vítimas mortais mais elevado de sempre.

Lusa

  • Confirmados dois novos casos de legionella

    Legionella

    Dois novos casos de legionella foram esta quarta-feira confirmados. A informação foi avançada em comunicado pela Direção-Geral da Saúde. Tratam-se de duas pessoas com mais de 80 anos, internadas no Hospital São Francisco Xavier e no Egas Moniz, ambas em situação clínica estável.

  • Quem é o novo Presidente do Zimbabué?
    2:15

    Mundo

    Emmerson Mnangagwa é o sucessor de Robert Mugabe que regressou esta quarta-feira da África do Sul, onde estava refugiado. No primeiro discurso, o Presidente do Zimbabué falou de uma nova democracia no país. Mnangagwa, conhecido como crocodilo, é suspeito de atrocidades na guerra civil pós-independência. 

  • Diminuem as hipóteses de salvar os tripulantes a bordo do submarino argentino
    3:09

    Mundo

    As hipóteses de salvar os tripulantes a bordo do submarino argentino, desaparecido há 8 dias, começaram a diminuir, uma vez que o chamado "tempo de segurança" já foi ultrapassado. A Marinha portuguesa está a acompanhar o caso do submarino que está desaparecido há oito dias. As hipóteses de salvar os tripulantes vão diminuindo.

  • Comprar um carro em segunda mão sem ser enganado 
    8:44
  • O que aprendemos com secas anteriores?
    32:50