sicnot

Perfil

Mundo

Recuperada segunda caixa negra do avião russo despenhado no Mar Negro

© Maxim Shemetov / Reuters

Equipas de busca russas encontraram esta quarta-feira a segunda caixa negra do avião militar que se despenhou no Mar Negro, provocando a morte das 92 pessoas a bordo, anunciou o Ministério da Defesa da Rússia.

A primeira - e principal - caixa negra do TU-154 da força aérea russa tinha sido já encontrada na passada terça-feira e os especialistas começaram já a analisá-la para determinar a causa do acidente.

O avião despenhou-se no mar no domingo, dois minutos depois de descolar, com boas condições climatéricas, da cidade costeira russa de Sochi.

Transportava os 64 membros do coro Alexandrov Ensemble, mundialmente conhecido como Coro do Exército Vermelho, para um concerto de ano novo numa base militar russa na Síria.

O Ministério russo da Defesa anunciou que 15 corpos e 239 fragmentos de corpos foram recolhidos no mar local do acidente.

A operação de buscas envolveram até agora 3.600 pessoas, incluindo 200 mergulhadores da marinha russa, provenientes de todo o país, que têm sido auxiliadas por drones e submersíveis.

Os investigadores estão a tentar determinar se o acidente foi provocado por erro humano, falha no equipamento, mau combustível ou objetos presos nos motores.

O diário russo Komsomolskaya Pravda e a publicação online Live.ru, citados pela agência Associated Press, publicaram o que descreveram como uma transcrição de uma conversação no cockpit, em que o co-piloto alerta para um problema nos flaps das asas do aparelho e depois grita: "comandante, estamos a cair!".

Outro diário russo, o Kommersant, informou também que os investigadores acreditam que o acidente foi causado por uma combinação de um mau funcionamento dos flaps e um erro do piloto, que levou à perda de velocidade do avião e à sua precipitação.

Os flaps são painéis instalados nas extremidades das asas, responsáveis por fazer levantar ou baixar a aeronave.

O Serviço de Informações russo, FSB, tem até agora dito que não foram encontradas "nenhumas indicações ou factos que apontem para a possibilidade de um ataque terrorista ou um ato de sabotagem" ter provocado a queda do aparelho.

Lusa

  • Primeiro-ministro agradece sacrifícios dos portugueses
    0:46

    Economia

    O primeiro-ministro diz que os números do INE em relação ao défice de 2016 são prova de que havia uma alternativa e deixou uma palavra de agradecimento aos portugueses. As declarações de António Costa foram feiras aos jornalistas em Roma, onde se encontra para assinalar no sábado os 60 anos da União Europeia.

  • Jerónimo diz que UE vai continuar a causar constrangimentos a Portugal
    0:35

    Economia

    Esta sexta-feira na inauguração de uma exposição em Almada que denuncia a precariedade dos postos de trabalho, Jerónimo de Sousa falou sobre o défice de 2016. Para o secretário-geral do PCP, apesar do Governo ter ido além do exigido por Bruxelas, a União Europeia vai continuar a impedir Portugal de crescer.

  • Enfermeiros desconvocam greve

    País

    O Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP) desconvocou esta sexta-feira a greve geral nacional marcada para quinta e sexta-feira da próxima semana, anunciou o presidente da estrutura, justificando com os compromissos assumidos pelo Ministério da Saúde.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.

  • Probido fumar na praia? Não-fumadores aplaudem ideia
    1:33

    País

    O Comissário Europeu da Saúde defende uma proibição total do consumo de tabaco no espaço público. Esta e outras medidas foram defendidas, ontem, na Conferência Tabaco e Saúde da Liga Portuguesa Contra o Cancro. 

  • Visitar o Titanic vai custar 97 mil euros por pessoa

    Mundo

    Uma viagem a bordo do Titanic em 1912 era considerada uma viagem de luxo. Mais de 100 anos depois, continua a ser um luxo visitar o Titanic. Em 2018, vai ser possível conhecer os restos daquele que em tempos foi o maior navio do mundo. Contudo, nem todos vão poder fazê-lo, pois a viagem irá custar cerca de 97 mil euros por pessoa.