sicnot

Perfil

Mundo

República Checa vai inaugurar unidade especial contra notícias falsas

© David W Cerny / Reuters

A República Checa vai inaugurar no início de 2017 uma unidade especial de peritos, no âmbito do ministério do Interior, para combater a desinformação e as notícias falsas que parecem, na maioria, proceder da Rússia.

"A ideia é alertar a sociedade sobre informações que não assentam na verdade e põem em perigo a segurança interna do país", explicou a diretora da nova unidade, Eva Romancovova, numa entrevista publicada esta quarta-feira no diário Hospodarské Noviny.

O nome da nova unidade é "Centro contra o Terrorismo e Ameaças Híbridas" e os seus 15 especialistas vão verificar a autenticidade de mensagens difundidas nas redes sociais ou em portais da internet pouco conhecidos.

Esta iniciativa é uma resposta do Governo checo aos crescentes receios de uma possível ingerência de potências estrangeiras, sobretudo da Rússia, nas eleições legislativas marcadas para outubro próximo.

A República Checa não é o único país europeu que suspeita de que a Rússia poderá tentar influenciar umas eleições: também na vizinha Alemanha, o Governo teme uma campanha russa de desinformação nas eleições gerais de 2017.

Até a União Europeia (UE) tem uma rede própria (euvsdisinfo-eu) e várias contas nas redes sociais Twitter e Facebook para denunciar campanhas russas de desinformação.

Em declarações recentes, o ministro do Interior checo, o social-democrata Milan Chovanec, sublinhou que a difusão de informações falsas "põe em perigo a estabilidade e a segurança da sociedade checa".

Segundo o ministro, o resultado desta propaganda é que uma parte da opinião pública checa acredita que os Estados Unidos estão por detrás da crise de refugiados e tem dúvidas quanto à defesa coletiva da NATO.

O perigoso alcance das notícias falsas, divulgadas através das redes sociais ou de certas páginas da internet, viu-se na semana passada, quando um ministro paquistanês ameaçou Israel de ataque nuclear por causa de uma suposta notícias que afinal fora inventada.

Apesar de tudo, a iniciativa de criar uma agência contra as notícias falsas conta também com alguns críticos.

O Presidente checo, o social-democrata Milos Zeman, expressou esta semana o receio de que a nova unidade contra a desinformação se transforme em censor, como na era comunista.

"Se vamos continuar a viver numa sociedade livre e democrática, não precisamos de censura, não precisamos de uma polícia das ideias", defendeu o chefe de Estado checo, conhecido pelas suas posições favoráveis à Rússia e críticas da UE.

"Lamentamos, mas está a colocar-nos na posição que devemos desempenhar: a de desmentir informação que é falsa", respondeu Eva Romancovova.

Lusa

  • Fuga de ácido em camião corta EN1 em Gaia

    País

    Uma fuga de gás clorídrico do contentor de um camião que circulava na zona de Pedroso em Vila Nova de Gaia obrigou ao corte do trânsito na EN 1, no sentido Norte/Sul.

    Em desenvolvimento

  • Polémica sobre offshore intensifica guerra de palavras entre PSD e Governo
    2:39
  • DGO divulga hoje execução orçamental de janeiro

    Economia

    A Direção-Geral do Orçamento (DGO) divulga hoje a síntese de execução orçamental em contas públicas de janeiro, sendo que o Governo estima reduzir o défice para 1,6% do Produto Interno Bruto (PIB) em contabilidade nacional em 2017.

  • Paulo Fonseca e Paulo Sousa fora da Liga Europa

    Liga Europa

    A segunda mão dos 16 avos-de-final da Liga Europa ficou marcada pelas eliminações de duas equipas treinadas por portugueses: a Fiorentina de Paulo Sousa e o Shakhtar Donetsk de Paulo Fonseca. Paulo Bento, no Olympiacos, e José Mourinho, no Manchester United, são os únicos técnicos lusos ainda em competição. Noutros jogos, destaque para os afastamentos do Tottenham e do Zenit. Veja aqui os resumos de todos os encontros desta noite europeia. O sorteio dos oitavos-de-final está agendado para esta sexta-feira, às 12h00, hora de Lisboa.

  • "Não preciso de ajustar contas com ninguém"
    0:49

    País

    O ex-Presidente da República insiste que José Sócrates foi desleal durante as negociações do Orçamento do Estado para 2011. Numa entrevista dada à RTP1, Cavaco Silva esclareceu ainda que não escreveu o livro de memórias para ajustar contas com o ex-primeiro-ministro.

  • Sócrates em processo judicial surpreende Cavaco
    0:18

    País

    Cavaco Silva afirmou ter ficado surpreendido com o envolvimento de José Sócrates num processo judicial. Em entrevista à RTP1 o ex-Presidente da República diz que nunca se apercebeu de qualquer "atuação legalmente menos correta" da parte de Sócrates.

  • PSD questiona funcionamento da Assembleia da República
    2:39

    Caso CGD

    O PSD e o CDS vão entregar esta sexta-feira no Parlamento o pedido para criar uma nova Comissão de Inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos. Os dois partidos reuniram-se esta quarta-feira para fechar o texto do requerimento. Durante o dia, o PSD considerou que o normal funcionamento da Assembleia da República está em causa, o que levou Ferro Rodrigues a defender-se e a garantir que está a ser imparcial.

  • Marcelo rejeita discussões menores na banca
    0:32

    Economia

    O Presidente da República avisa que não se devem introduzir querelas táticas e menores no sistema financeiro. Num encontro que reuniu publicamente Marcelo e Centeno, o Presidente diz que é preciso defender o interesse nacional.

  • Três dos planetas encontrados podem conter água e vida
    3:28
  • Túnel descoberto em cadeia brasileira tinha ligação a uma habitação
    0:44

    Mundo

    A polícia brasileira descobriu um túnel que ligava a cadeia de Porto Alegre a uma casa e serviria para libertar prisioneiros do estabelecimento. As autoridades detiveram sete homens e uma mulher no local. A construção permitiria uma fuga massiva que poderia chegar aos 200 mil fugitivos e estima-se que terá custado mais de 300 mil euros. A polícia do Rio Grande do Sul acredita, assim, ter impedido aquela que seria a maior fuga de prisioneiros de sempre no Estado brasileiro.