sicnot

Perfil

Mundo

Embaixada russa na Síria atingida com tiros de morteiro

(Arquivo)

© Sana Sana / Reuters

A embaixada da Rússia na Síria voltou esta quinta-feira a ser alvo de tiros de morteiro, informou o Ministério dos Negócios Estrangeiros russo, acrescentando que o incidente não fez vítimas mortais ou feridos.

"Um projétil de morteiro disparado a partir de um subúrbio de Damasco [capital síria], controlado pelos rebeldes, caiu na área da embaixada da Rússia, perto da entrada do serviço consular da embaixada", disse a porta-voz da diplomacia russa, Maria Zakharova, citada num comunicado.

"A explosão do morteiro provocou danos materiais menores. Ninguém ficou ferido", precisou a representante, denunciando ainda uma "tentativa de inviabilizar os esforços para garantir o cessar-fogo" que deve entrar em vigor em todo o território sírio a partir das 00:00 de sexta-feira.

Na quarta-feira, a representação diplomática russa em Damasco já tinha sido bombardeada, duas vezes, por tiros de morteiro. Também não houve registo de vítimas ou danos.

"Este novo ataque contra a missão diplomática russa é inaceitável e deve ser firmemente condenada", acrescentou Zakharova.

O ataque acontece algumas horas depois de o Presidente russo, Vladimir Putin, ter anunciado a entrada em vigor de um cessar-fogo na Síria a partir da meia-noite de sexta-feira e um acordo entre o regime do Presidente sírio (aliado da Rússia), Bashar al-Assad, e os rebeldes sírios para iniciaram negociações de paz sob a égide da Turquia e do Irão.

Lusa

  • Hoje, o Primeiro Jornal está em Leiria
    1:13
  • Segunda vaga de incêndios queimou 28 mil hectares
    1:09

    País

    A segunda vaga de fogos que assolou o país queimou 28 mil hectares do território nacional, em apenas cinco dias. Segundo o Sistema Europeu de Incêndios, a área ardida equivale a quase três concelhos de Lisboa.

  • Bigode de Salvador Dalí está intacto, às "10 para as 10"

    Cultura

    O corpo do pintor surrealista catalão foi ontem exumado no Teatro-Museo de Figueres, por ordem de um tribunal de Madrid, para um exame de determinação de paternidade de Pilar Abel, que alega ser filha do artista. O pintor que morreu há 28 anos foi embalsamado e mumificado pelo que o corpo continua preservado e o famoso bigode levantado.

  • Mulher do primeiro-ministro japonês "é uma mulher fantástica mas não fala inglês"
    0:35

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos falou pela primeira vez sobre o segundo encontro que manteve com Vladimir Putin, durante a Cimeira do G20, em Hamburgo. Donald Trump explica que a conversa com o Presidente russo resultou de uma troca de lugares durante um jantar. Trump ficou ao lado da mulher do primeiro-ministro japonês, que não saberia falar inglês, e Melania estava sentada ao pé do Presidente da Rússia, Vladimir Putin.

  • O que resta do navio de salvamento mais famoso de Portugal?
    15:26