sicnot

Perfil

Mundo

Girafa rara e em vias de extinção nasce em Inglaterra

Chester Zoo

Uma girafa de Rothschild nasceu no Jardim Zoológico de Chester, no norte de Inglaterra. O animal raro e considerado em vias de extinção tem 1.82 metros e ainda não tem nome. A mãe Tula deu à luz no dia 26 de dezembro, o Boxing Day.

A girafa de Rothschild é uma das espécies com o maior risco de extinção do mundo. Segundo investigações, apenas 1.600 girafas Rothschild vivem na vida selvagem. Um número resultante da perda dos habitats naturais e da caça furtiva.

Uma das responsáveis pelas girafas do Zoo de Chester confirmou o perigo de extinção desta espécie. Sarah Roffe disse ao The Guardian que a chegada de uma nova cria é um "grande motivo para celebrar". "É mesmo uma das melhoras prendas de Natal que poderíamos desejar. Minutos depois de nascer, a cria conseguiu manter-se de pé, o que foi bastante agradável de se ver."

Ainda não é conhecido o sexo do animal, mas quando estiver mais habituado às longas pernas, será introduzido junto dos outros da sua espécie. "Por enquanto, é importante que a mãe e a cria passem vários dias juntas."

Apenas 90 mil girafas vivem na selva - muito menos do que os elefantes africanos em vias de extinção. Este mês, A União Internacional para a Conservação da Natureza alterou o estatuto da girafa de Rothschild de "de menos preocupação" para "vulnerável".

O número de girafas também está a diminuir devido às crises civis nos países africanos onde vivem.

Nos últimos 45 anos, a população de girafas de Rothschild no Parque Natural de Kidepo no Uganda diminui mais de 90%. Este era o local onde existia o maior número de animais desta espécie. Contudo, o número reduzido atualmente deve-se à caça furtiva da década de 90.

Esta cria é a segunda espécie em vias de extinção a nascer naquele zoo este ano. A 17 de dezembro, um elefante asiático de 12 anos deu à luz a cria Indali, após 22 meses de gestação.

  • Mais de 200 espécies de aves estão em vias de extinção

    Mundo

    Cientistas identificaram mais de 200 espécies de aves que estão em risco de extinção, mas não estão bem classificadas na Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN), segundo um estudo esta quarta-feira publicado na Science Advances.

  • IPSS no Seixal alvo de processo e auditoria financeira
    1:47

    País

    A Segurança Social está fazer mais uma inspeção total a uma IPSS, agora na Associação Unitária de Reformados, Pensionistas e Idosos do Seixal. A fiscalização já recolheu documentação e está agora a passar a pente fino as contas, os serviços e todos os procedimentos da Instituição.

    Investigação SIC - Hoje no Jornal da Noite

    SIC

  • "Vai custar muito a voltarmos à realidade"
    2:22
  • Ministro alemão elogia Centeno que está otimista com o futuro da Zona Euro
    1:13

    Economia

    Mário Centeno diz que a Zona Euro tem um futuro positivo pela frente e acredita que o grupo dos países do euro está alinhado num projeto comum. Declarações do novo presidente do Eurogrupo no final de um encontro com o ministro das Finanças alemão, em Berlim. Peter Altmaier deu Portugal como exemplo de sucesso e reconheceu que foi um erro dividir a Europa entre Norte e Sul durante os anos da crise.

  • Trump mentalmente apto para ser Presidente dos EUA

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos foi na semana passada sujeito aos exames médicos anuais obrigatórios. O médico oficial da Casa Branca informou esta terça-feira que Donald Trump está de "excelente" saúde, não apenas física, mas também mental. As dúvidas sobre as capacidades cognitivas de Trump ganharam força após as revelações feitas no livro "Fire and Fury: Inside the Trump White House".

    SIC

  • Quando o frio até as pestanas congela

    Mundo

    Os termómetros desceram até aos - 67º Celsius em Yakutia, 5.300 quilómetros a Este de Moscovo, na Rússia. Nesta região, os estudantes estão habituados a manter as rotinas, mesmo quando as valores chegam aos - 40º Celsius, mas esta terça-feira as autoridades encerraram escolas e aconselharam a população a ficar em casa, longe do frio que até as pestanas congela.

    SIC