sicnot

Perfil

Mundo

Girafa rara e em vias de extinção nasce em Inglaterra

Chester Zoo

Uma girafa de Rothschild nasceu no Jardim Zoológico de Chester, no norte de Inglaterra. O animal raro e considerado em vias de extinção tem 1.82 metros e ainda não tem nome. A mãe Tula deu à luz no dia 26 de dezembro, o Boxing Day.

A girafa de Rothschild é uma das espécies com o maior risco de extinção do mundo. Segundo investigações, apenas 1.600 girafas Rothschild vivem na vida selvagem. Um número resultante da perda dos habitats naturais e da caça furtiva.

Uma das responsáveis pelas girafas do Zoo de Chester confirmou o perigo de extinção desta espécie. Sarah Roffe disse ao The Guardian que a chegada de uma nova cria é um "grande motivo para celebrar". "É mesmo uma das melhoras prendas de Natal que poderíamos desejar. Minutos depois de nascer, a cria conseguiu manter-se de pé, o que foi bastante agradável de se ver."

Ainda não é conhecido o sexo do animal, mas quando estiver mais habituado às longas pernas, será introduzido junto dos outros da sua espécie. "Por enquanto, é importante que a mãe e a cria passem vários dias juntas."

Apenas 90 mil girafas vivem na selva - muito menos do que os elefantes africanos em vias de extinção. Este mês, A União Internacional para a Conservação da Natureza alterou o estatuto da girafa de Rothschild de "de menos preocupação" para "vulnerável".

O número de girafas também está a diminuir devido às crises civis nos países africanos onde vivem.

Nos últimos 45 anos, a população de girafas de Rothschild no Parque Natural de Kidepo no Uganda diminui mais de 90%. Este era o local onde existia o maior número de animais desta espécie. Contudo, o número reduzido atualmente deve-se à caça furtiva da década de 90.

Esta cria é a segunda espécie em vias de extinção a nascer naquele zoo este ano. A 17 de dezembro, um elefante asiático de 12 anos deu à luz a cria Indali, após 22 meses de gestação.

  • Mais de 200 espécies de aves estão em vias de extinção

    Mundo

    Cientistas identificaram mais de 200 espécies de aves que estão em risco de extinção, mas não estão bem classificadas na Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN), segundo um estudo esta quarta-feira publicado na Science Advances.

  • Mais de um milhão de crianças em risco de morrer à fome
    1:23

    Mundo

    Cerca de 1.4 milhões de crianças estão em risco iminente de morrer à fome. Deste modo, a UNICEF faz um apelo urgente de cerca de 230 milhões de euros para levar nos próximos meses comida, água e serviços médicos a estas crianças. As imagens desta reportagem podem impressionar os espectadores mais sensíveis.

  • Vídeo amador mostra destruição na Síria
    1:04

    Mundo

    A guerra na Síria continua a fazer vítimas mortais. Um vídeo amador divulgado esta segunda-feira mostra o estado de uma localidade a este de Damasco, depois de um ataque aéreo no fim-de-semana. No ataque, 16 pessoas morreram e há várias dezenas de feridos.

  • Partidos querem eleições a 1 de outubro
    1:35
  • Identificadas 10 mil vítimas de violência em 2016
    1:32
  • Homem que esfaqueou mulher em Esmoriz é acusado de homicídio qualificado
    1:24

    País

    O homem que no sábado esfaqueou a mulher em Esmoriz está acusado de homicídio qualificado. O arguido de 50 anos foi ouvido esta segunda-feira pelo juiz de instrução e ficou em prisão preventiva, uma medida fundamentada pelo perigo de fuga e de alarme. O homem remeteu-se ao silêncio durante o interrogatório, no Tribunal de Aveiro.

  • Homem condenado a oito anos e meio por abuso sexual da mãe
    1:10

    País

    O Tribunal de Coimbra condenou esta segunda-feira um homem de 53 anos a oito anos e meio de prisão por abuso sexual da mãe e ainda por crimes de roubo e coação. A mãe, de 70 anos, sofria de problemas nervosos e consumia bebidas alcoólicas com frequência, tendo sido vítima de abuso sexual por parte do filho enquanto dormia. Os crimes cometidos remetem para o início de 2016, depois do homem já ter cumprido outras penas de prisão em Espanha.

  • Jovem de 21 anos morre colhida por comboio na linha da Beira Baixa
    0:43

    País

    Uma jovem de 21 anos morreu esta segunda-feira ao ser atropelada pelo comboio Intercidades à saída da estação de Castelo Branco, na linha da Beira Baixa. A vítima foi colhida pelo comboio que seguia no sentido Lisboa-Covilhã ao atravessar a linha de caminho de ferro. Este é um local onde não existe passagem de nível, mas habitualmente muitas pessoas arriscam fazer a travessia da linha.

  • Banco do Metro com pénis gera polémica no México

    Mundo

    Um banco em formato de homem com o pénis exposto, numa das carruagens de Metro da Cidade do México, está a gerar polémica. A iniciativa integra uma campanha contra o assédio sexual de que as mulheres são vítima no país.