sicnot

Perfil

Mundo

Piloto automático da Tesla "viu" acidente dois segundos antes de acontecer

O sistema Autopilot de um carro da Tesla terá previsto um acidente à sua frente, antes de este acontecer. O vídeo publicado esta terça-feira no Twitter mostra o carro, numa autoestrada na Holanda, atrás de dois veículos, que acabam por colidir um com o outro.

Um representante da Tesla confirmou à CNBC que o alarme ouvido no vídeo, mesmo antes do acidente, é o som de aviso de colisão do piloto automático. O piloto automático da Tesla não é vidente, mas tem algumas características que podem ter ajudado o condutor a evitar problemas.

Através de um comunicado publicado em setembro, a Tesla explicou que o Autopilot trabalha com um radar que tem a habilidade de "saltar", deixando ver não apenas o que está logo diante de si, mas também o que está mais à frente.

A explicação leva a crer que o radar detetou a carrinha preta a travar e o carro vermelho a não conseguir fazê-lo a tempo.

  • Morte em carro com piloto automático
    1:11

    Mundo

    Duas pessoas morreram depois de um carro da Tesla ter embatido contra uma árvore e explodido, no estado norte-americano de Indiana. A empresa diz que é pouco provável que o carro estivesse no modo "piloto automático" quando o acidente aconteceu.

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.