sicnot

Perfil

Mundo

Trump reúne-se com serviços de informação por causa da Rússia

© Jonathan Ernst / Reuters

O Presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou esta quinta-feira que vai realizar reuniões com os responsáveis pelos serviços de informação para receber informações sobre a alegada ingerência da Rússia nas eleições norte-americanas.

"Está na altura do nosso país avançar para coisas maiores e melhores. No entanto, no interesse do nosso país e da sua boa gente, vou reunir-me com os líderes dos serviços de informação na próxima semana para que me atualizem sobre a situação", afirmou, em comunicado, Donald Trump.

O Presidente eleito, que vai assumir o poder a 20 de janeiro, reagiu assim às sanções anunciadas hoje pelo chefe de Estado cessante, Barack Obama, que acusa o Governo russo de intervir nas eleições presidenciais norte-americanas com ataques informáticos destinados a prejudicar a candidata democrata, Hillary Clinton.

Assim que assumir a Presidência dos Estados Unidos, Donald Trump terá o poder de manter ou levantar as sanções anunciadas hoje contra a Rússia, assim com outras impostas em 2014 por causa da anexação da península da Crimeia e pelo apoio aos separatistas da Ucrânia.

Donald Trump tem manifestado intenção de mudar o rumo das atuais tensas relações entre Washington e Moscovo, apesar de alguns dirigentes republicanos considerarem a Rússia como um dos principais perigos à segurança dos Estados Unidos.

Lusa

  • Marcelo regressa à televisão ao domingo
    0:36

    Programas

    Um ano depois de ser eleito, entre o sucesso popular e o compromisso político, eis a primeira entrevista do Presidente da República. Marcelo Rebelo de Sousa regressa à televisão ao domingo, para uma entrevista exclusiva no Jornal da Noite da SIC.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Passos Coelho apela à reforma do IRC
    0:38

    Economia

    Passos Coelho critica o que diz ser um aumento do salário minimo nacional feito de forma irresponsável e sugere ao Governo que retome a reforma do IRC. No discurso de encerramento do congresso do PSD-Açores, o líder social democrata reafirmou que o Governo não pode contar com o PSD quando há divergências na "geringonça".

  • Oceanário de Lisboa dá formação sobre impacto da acumulação de plásticos nos oceanos
    2:37