sicnot

Perfil

Mundo

Cessar-fogo na Síria respeitado em 90% das zonas incluídas na trégua

© Khalil Ashawi / Reuters

O cessar-fogo que entrou esta sexta-feira em vigor na Síria entre as forças leais ao Presidente sírio, Bashar al-Assad, e as fações rebeldes está a ser respeitado em 90% das zonas incluídas na trégua.

A informação foi avançada esta sexta-feira pelo diretor do Observatório Sírio para os Direitos Humanos (OSDH), Rami Abdelrahman, em declarações à agência noticiosa espanhola EFE.

Segundo Rami Abdelrahman, cerca de 20 horas depois do início do cessar-fogo, que começou às 00:00 locais de sexta-feira (22:00 de quinta-feira hora de Lisboa), a calma prevalece na maioria das zonas em que existem forças da oposição armadas.

O OSDH registou violações do cessar-fogo por parte dos rebeldes na província de Deraa (região sul da Síria). Em relação às forças leais ao regime sírio, a organização não-governamental (ONG) indicou que foram verificadas violações da trégua nas províncias de Damasco, Hama e Idleb.

Na localidade de maioria cristã de Jabab, a norte de Deraa e sob o controlo das autoridades sírias, várias pessoas ficaram feridas na sequência de tiros de morteiro disparados por grupos rebeldes.

Num comunicado, o Observatório precisou que uma das vítimas está em estado grave.

A ONG relatou ainda bombardeamentos do exército sírio visando zonas do norte da província de Hama e no sul da região de Alepo, mas também na zona do vale do rio Barada, na província de Damasco.

As autoridades sírias não se pronunciaram sobre estes ataques, nem denunciaram, até ao momento, qualquer incumprimento do acordo de cessar-fogo por parte das fações rebeldes.

Segundo o OSDH, a primeira morte de um civil após o início do cessar-fogo ocorreu numa zona rebelde na periferia da capital síria, Damasco. A vítima, um homem, foi morta por um franco-atirador.

O cessar-fogo acordado na Síria entre o regime e a oposição e mediado pela Rússia e a Turquia tem como objetivo preparar o caminho para uma nova ronda de negociações de paz prevista para finais de janeiro em Astana, capital do Cazaquistão.

Lusa

  • "Não vou ceder, não vou render-me, não vou desistir da candidatura"
    2:02
  • Obama, Presidente francês?
    1:55

    Mundo

    A resposta é óbvia, mas não demoveu quatro franceses, descontentes com os candidatos às Presidenciais no seu país. A ideia começou como brincadeira, mas já recolheu 43 mil assinaturas. 

  • Trump apanhado a ensaiar no carro
    1:08
  • Mulheres democratas de branco para mostrar que não abdicam dos diretos conquistados

    Mundo

    Uma "mancha branca" sobressaiu esta terça-feira no Congresso norte-americano, durante o primeiro discurso de Donald Trump. A maioria das 66 mulheres representantes e delegadas do Partido Democrata vestiram-se de branco, num ato simbólico a fazer recordar o movimento sufragista feminino, que encorajava as apoiantes a vestirem-se de branco. Tal como então, a cor da pureza foi agora recuperada, desta feita para mostrar a Trump que as mulheres não abdicam dos direitos conquistados no início do século XX.

  • Treinador do "The Biggest Loser" teve ataque cardíaco

    Mundo

    Foi o próprio Bob Harper que partilhou a notícia no seu Instagram. O ex-treinador do famoso programa de televisão sofreu um ataque cardíaco enquanto treinava no ginásio. Esteve oito dias internado mas, felizmente, já está em casa a recuperar.

  • Prisões recebem manual para lidar com fugas
    2:07

    País

    O Governo vai fazer o maior investimento de sempre nos serviços prisionais. São 2.600 milhões de euros para reforçar a segurança nas prisões. Entretanto. já foi distribuído um manual de procedimentos em caso de fuga.