sicnot

Perfil

Mundo

Confirmada morte do embaixador da Grécia no Brasil, polícia investiga crime passional

A polícia do Rio de Janeiro confirmou que o corpo encontrado na quinta-feira carbonizado dentro de um veículo na cidade de Nova Iguaçu é do embaixador a Grécia no Brasil, Kriakos Amiridis.

A identificação foi confirmada depois da análise da arcada dentária do cadáver, segundo informações da TV Globo.

Os investigadores trabalham principalmente com a hipótese de que foi um crime passional, envolvendo a mulher do embaixador, Françoise Amiridis, e do seu alegado amante, um agente da polícia militar identificado como Sérgio Gomes Moreira Filho.

A polícia brasileira já pediu a prisão de quatro pessoas, incluindo Françoise Amiridis e Sérgio Moreira Filho, que teriam planeado e executado o homicídio do diplomata.

Kyriakos Amiridis, 59 anos, tinha sido visto pela última vez na segunda-feira, sendo o seu paradeiro desconhecido desde então.

O diplomata, que foi cônsul da Grécia no Rio de Janeiro entre 2001 e 2004 e assumiu o cargo de embaixador em Brasília no início deste ano, passava as férias de final de ano no Rio de Janeiro.

Lusa

  • Ministro "mais descansado" com relatório sobre Almaraz, ambientalistas contestam
    2:01

    País

    O ministro do Ambiente diz estar mais descansado depois de conhecer o relatório técnico que considera o armazém de resíduos nucleares em Almaraz uma solução adequada. Já as associações ambientalistas e os partidos criticam o parecer positivo à construção e querem ouvir os ministros do Ambiente e dos Negócios Estrangeiros no Parlamento.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52
  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, faz este sábado, 100 dias. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.