sicnot

Perfil

Mundo

Segurança reforçada na noite de passagem de ano em Sydney

© Jason Reed / Reuters

A policia australiana vai reforçar a segurança na noite de passagem de ano, com mais 2 mil agentes nas ruas de Sydney. A unidade antiterrorista da polícia australiana deteve um homem por proferir ameaças através das redes sociais contra a celebração organizada para a passagem de ano no porto de Sydney, informaram hoje os media locais.

O homem foi detido no aeroporto de Sydney na quinta-feira, quando o suspeito desembarcou de um avião procedente do Reino Unido.

Em paralelo, a polícia fez buscas a uma vivenda e a um armazém em Sydney, onde foram apreendidos documentos e discos rígidos.

O suspeito foi acusado de ofensas contra a segurança, não lhe tendo sido imputada nenhuma acusação ao abrigo da lei antiterrorista, explicou Frank Mennilli, da polícia australiana, citado pela emissora ABC.

O suspeito deverá comparecer novamente em tribunal a 10 de janeiro.

As autoridades acreditam tratar-se de um caso isolado porque não encontraram relações entre o homem e grupos terroristas.

Na semana passada, as forças de segurança detiveram em Melbourne sete pessoas que planeavam atentados com explosivos durante o natal naquela cidade do sudeste da Austrália.

Com Lusa

  • Divorciados vão poder dividir filhos no IRS 

    Economia

    Os divorciados vão passar a poder dividir os filhos no IRS (imposto sobre o rendimento singular) e o Governo está a estudar soluções para que em 2018 haja um novo sistema para lidar com a guarda conjunta de filhos.

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.