sicnot

Perfil

Mundo

Merkel pede aos alemães coesão e valores contra o terrorismo

A chanceler alemã, Angela Merkel, pediu hoje aos alemães para darem mostras de coesão e compromisso com os valores democráticos em face do terrorismo, depois do atentado da semana passada num mercado de Natal em Berlim.

Na mensagem de Ano Novo, Merkel afirmou ser "amargo e revoltante" o ataque ter sido perpetrado por um requerente de asilo, um tunisino imigrado na Alemanha que a 19 de dezembro entrou com um camião pelo mercado matando 12 pessoas.

A chanceler defendeu no entanto a decisão que tomou em setembro de 2015 de acolher centenas de milhares de refugiados, na sua maioria de países árabes e muçulmanos.

"Quando vemos as imagens de Alepo bombardeada, temos de voltar a sublinhar como foi importante e certo ajudar os que precisavam da nossa proteção", disse, acrescentando que é com "humanidade e abertura" que se enfrenta o ódio.

"Ao retomarmos as nossas vidas e o nosso trabalho, dizemos aos terroristas: vocês são assassinios cheios de ódio, mas não vão definir como nós vamos viver e como queremos viver: livres, solidários e abertos", disse.

Merkel prometeu que em 2017 o governo vai "estabelecer prontamente todas as mudanças políticas ou legais necessárias" para colmatar quaisquer lacunas de segurança, como as que poderão ter facilitado o ataque de Berlim.

Mas frisou que não devem colocar-se determinados grupos de pessoas sob um manto de suspeita.

Sem se referir aos partidos e movimentos populistas, Merkel criticou os que apresentam um quadro "distorcido da democracia", assegurando que o sistema "é forte e permite a todos participar" e "aceita, não, exige contradição e críticas".

"Críticas que respeitam os indivíduos, que procuram soluções e compromissos e que não excluem grupos inteiros", disse, instando os políticos a não esquecerem estas orientações na pré-campanha e campanha para as eleições de 2017.

Lusa

  • Sismo no México provoca 49 mortos

    Mundo

    O governador de Morelos, Graco Ramírez, informou que se registaram pelo menos 42 mortos neste estado mexicano. No Estado do México foram registadas cinco mortes, mais as duas vítimas avançadas inicialmente.

  • Acidente durante funeral em Miranda do Corvo causa 12 feridos
    2:39

    País

    Um acidente na zona de Miranda do Corvo fez esta terça-feira 12 feridos, um em estado grave. Foi durante um funeral, quando falharam os travões a um dos carros que seguia no cortejo, como explicou, em direto do local, o repórter Miguel Ângelo Marques.

  • Instalações militares vão ter reforço de segurança
    0:52

    Assalto em Tancos

    Depois do caso do roubo de material em Tancos, várias instalações militares vão sofrer um reforço de segurança do material que armazenam. As conclusões sobre o furto dos paióis de Tancos serviram de base às medidas anunciadas esta terça-feira pelo Ministério da Defesa. 

  • SIC faz-se à estrada para ouvir eleitores
    2:13
  • Os elevadores do futuro
    7:13
  • Demências afetam 50 milhões de pessoas
    2:23

    Mundo

    Cinquenta milhões de pessoas em todo o mundo e mais de 150 mil em Portugal sofrem de demências como o Alzheimer ou o Parkinson. Oitenta especialistas de 21 países reúnem-se esta semana na Fundação Champalimau, em Lisboa, para falar deste tipo de epidemia silenciosa.

  • Furacão Maria deixa 25 mil pessoas sem eletricidade em Guadalupe
    2:24
  • Escola na Croácia usa imagem de Melania Trump para chamar alunos

    Mundo

    "Imagine até onde pode ir com um pouco de inglês", foi com estas palavras que uma escola de inglês da Croácia decidiu promover as suas aulas, juntando ainda a fotografia de Melania Trump ao placard do anúncio. Agora, a primeira-dama norte-americana ameaça levar o Instituo Americki a tribunal. Entretanto, o placard já foi retirado do local.

    SIC