sicnot

Perfil

Mundo

Diplomatas russos expulsos dos EUA já deixaram o país

© / Reuters

O Departamento de Estado dos Estados Unidos confirmou este domingo que os 35 diplomatas russos que o Presidente, Barack Obama, ordenou que saíssem do país já o fizeram.

Obama argumentou que os diplomatas eram na verdade agentes dos serviços secretos e ordenou a imposição de novas sanções aos agentes russos por alegadamente terem interferido com 'sites' políticos durante a campanha para as eleições presidenciais.

O Presidente norte-americano, que será no dia 20 substituído por Donald Trump, também decretou o encerramento de duas instalações russas em Maryland e em Nova Iorque.

O Departamento de Estado confirmou que, além dos 35 diplomatas, também saíram do país as suas famílias.

A saída acontece três dias depois do anúncio das sanções pelo Presidente norte-americano, e na sequência de uma notícia do Washington Post, segundo a qual piratas informáticos alegadamente ligados ao Governo russo acederam à rede elétrica dos Estados Unidos sem, no entanto, terem provocado interrupções no fornecimento de energia.

O jornal cita funcionários governamentais norte-americanos, não identificados, que afirmam que o alvo do ataque informático foi uma das empresas de fornecimento de eletricidade do estado do Vermont.

"O acesso pode ter tido como objetivo a interrupção do serviço [que não chegaram a provocar] ou provar até que ponto os russos conseguem entrar na rede", escreveu o The Washington Post, citando as mesmas fontes.

Os Estados Unidos têm acusado o Governo russo de estar por trás de ataques informáticos ao Partido Democrata durante a campanha para as presidenciais norte-americanas de novembro com o objetivo de favorecer o candidato republicano, Donald Trump, que venceu as eleições.

Lusa

  • "Só numa ditadura é possível tentar esconder o número de vítimas"
    0:51

    Tragédia em Pedrógão Grande

    O primeiro-ministro diz que é "lamentável" a tentativa de aproveitamento político à volta dos incêndios. António Costa esteve esta quarta-feira à tarde na Autoridade Nacional de Proteção Civil e, no final do briefing, disse que é preciso confiança nas instituições do Estado. O primeiro-ministro deixou ainda muitas críticas à oposição no caso da lista de vítimas de Pedrógão Grande.

  • Sociedade de Pneumologia recomenda cuidados com calor e incêndios

    País

    A Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP) alertou esta quarta-feira para os riscos respiratórios decorrentes dos incêndios e temperaturas elevadas, sobretudo para quem sofre de doenças crónicas, propondo medidas preventivas e recordando o aumento de mortalidade associado ao calor.

  • E os 10 mais ricos de Portugal são...

    Economia

    A família Amorim lidera a lista dos mais ricos do país, com uma fortuna avaliada em 3840 milhões de euros. Em segundo lugar surge Alexandre Soares dos Santos com 2532 milhões de euros. A família Guimarães de Mello ainda entra para o top 3, com um valor de 1471 milhões de euros. A lista foi elaborada pela revista EXAME, que conclui que os ricos estão ainda mais ricos, pela quarta vez consecutiva.

    Bárbara Ferreira

  • "Estou grávida! Estou a morrer!"
    1:14
  • Mulher vive sozinha numa ilha há 40 anos

    Mundo

    Zoe Lucas é a única pessoa a viver numa ilha canadiana, no norte do Atlântico. Nas últimas quatro décadas, a mulher de 67 tem partilhado a ilha Sable com cerca de 400 cavalos selvagens e 350 espécies de pássaros.