sicnot

Perfil

Mundo

Diplomatas russos expulsos dos EUA já deixaram o país

© / Reuters

O Departamento de Estado dos Estados Unidos confirmou este domingo que os 35 diplomatas russos que o Presidente, Barack Obama, ordenou que saíssem do país já o fizeram.

Obama argumentou que os diplomatas eram na verdade agentes dos serviços secretos e ordenou a imposição de novas sanções aos agentes russos por alegadamente terem interferido com 'sites' políticos durante a campanha para as eleições presidenciais.

O Presidente norte-americano, que será no dia 20 substituído por Donald Trump, também decretou o encerramento de duas instalações russas em Maryland e em Nova Iorque.

O Departamento de Estado confirmou que, além dos 35 diplomatas, também saíram do país as suas famílias.

A saída acontece três dias depois do anúncio das sanções pelo Presidente norte-americano, e na sequência de uma notícia do Washington Post, segundo a qual piratas informáticos alegadamente ligados ao Governo russo acederam à rede elétrica dos Estados Unidos sem, no entanto, terem provocado interrupções no fornecimento de energia.

O jornal cita funcionários governamentais norte-americanos, não identificados, que afirmam que o alvo do ataque informático foi uma das empresas de fornecimento de eletricidade do estado do Vermont.

"O acesso pode ter tido como objetivo a interrupção do serviço [que não chegaram a provocar] ou provar até que ponto os russos conseguem entrar na rede", escreveu o The Washington Post, citando as mesmas fontes.

Os Estados Unidos têm acusado o Governo russo de estar por trás de ataques informáticos ao Partido Democrata durante a campanha para as presidenciais norte-americanas de novembro com o objetivo de favorecer o candidato republicano, Donald Trump, que venceu as eleições.

Lusa

  • Novo Banco vai reestruturar dívida de Luís Filipe Vieira
    1:22

    Desporto

    O Novo Banco vai reestruturar parte da dívida da empresa de Luís Filipe Vieira, que ronda os 400 milhões de euros. Parte dos ativos da empresa foram transferidos para um fundo para serem rentabilizados no prazo de cinco anos. Esse fundo está a ser gerido pelo vice-presidente do Benfica.

  • Dono de fábrica que ardeu na Anadia diz que produção não vai ser afetada
    2:04
  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espírito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espírito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Tragédia em Vila Nova da Rainha aconteceu há uma semana
    7:18
  • Doze meses de polémicas, ameaças e promessas
    3:52