sicnot

Perfil

Mundo

Dirigente republicana alerta para ameaça da politica ambiental de Trump 

Christine Todd Whitman liderou a Agência de Proteção Ambiental durante a Presidência de George W. Bush, de 2001 a 2003.

ROBERT F. BUKATY

A republicana Christine Todd Whitman, presidente da Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos durante da Administração de George W. Bush, diz que está preocupada com o futuro dos netos perante a ameaça da politica ambiental de Donald Trump.

Christine Todd Whitman acusa o Presidente eleito nos EUA de ignorar as evidências científica e de pretender relegar para segundo plano as politicas de proteção do clima e coloca o futuro do planeta em risco.

Destacada figura do Partido Republicano, Todd Whitman manifestou publicamente a sua oposição a Donald Trump. A também ex-governadora do estado de Nova Jersey defende que os EUA devem encontrar uma forma de promover a economia sem danificar o planeta.

Os detalhes sobre a política ambiental que será seguida pela administração Trump ainda não são totalmente claros, mas a sua equipa já foi adiantando que pretende apoiar a indústria do carvão, facilitar a distribuição de petróleo e autorizar a exploração do subsolo no Ártico.

Em termos políticos, ameaçam quebrar os acordos internacionais de proteção ambiental subscritos pelo Presidente Barack Obama.

As declarações de Todd Whitman foram proferidas durante uma entrevista para um documentário que será transmitido esta semana pela estação britânica BBC.

"Parece-me muito preocupante que pareça haver um desdém pela ciência no que diz respeito à proteção ambiental".

"Estou terrivelmente preocupada com o futuro da minha família e de todas as famílias por todo o Mundo porque a Mãe Natureza não tem fronteiras e o que um país faz realmente afeta vida de outros países", afirmou a dirigente republicana.

  • Costa de Metro de Odivelas para Lisboa para relembrar corrida entre burro e Ferrari
    2:55

    Autárquicas 2017

    António Costa começou hoje o dia de campanha em Odivelas, para uma viagem de Metro até Lisboa, em que recordou a célebre corrida entre um burro e um Ferrari que protagonizou em 1993 quando foi canditado do PS à Câmara de Loures. Foi nesta cidade, onde ontem à noite, que desferiu um violento ataque a Pedro Passos Coelho, acusando-o de transformar o PSD num partido que não é digno de um Estado democrático.

  • O aeroporto de Beja, um "elefante branco" na planície alentejana
    4:33
  • Paciente há 15 anos em estado vegetativo consegue seguir objetos e mexer a cabeça

    Mundo

    Um homem de 35 anos, que ficou em estado vegetativo após um acidente de viação há 15 anos, deu sinais de consciência depois de lhe ter sido aplicada uma nova técnica de estimulação nervosa. Cirurgiões implantaram no paciente um pequeno aparelho que estimula o nervo vago, responsável pela ligação nervosa entre o cérebro e o resto do corpo. A intervenção aconteceu em França e a descoberta foi publicada na revista científica Current Biology.