sicnot

Perfil

Mundo

E se o Titanic sofreu um incêndio antes de embater contra o iceberg?

Não muda a história. Mas são novos dados. As conclusões são de Senan Malony, jornalista e especialista no Titanic que, há 30 anos, investiga a história do navio mais conhecido do mundo.

Novas provas apontam para um possível incêndio que ocorreu no casco do navio antes da sua partida, o que o poderá ter tornado até 75% menos resistente.

A tragédia, onde morreram mais de 1.500 pessoas a 15 de abril de 1912, é apontada como consequência de um embate. No entanto, Malony afirma que há provas de um incêndio que aconteceu cerca de três semanas antes de embater contra o iceberg.


Ira Schwarz

Segundo Malony, a tripulação do navio recebeu instruções de J. Bruce Ismay, presidente da companhia que construiu o navio, para não mencionar a situação nenhum dos 2.500 passageiros do Titanic.

Acrescenta que o navio terá sido mesmo posicionado do lado contrário no porto de Southampton, no momento do embarque, de forma a que os passageiros não vissem o lado lesado.

Estes novos dados vão ser exibidos em documentário "Titanic: The new evidence" (Titanic: A nova evidência), no Reino Unido.

Segundo o autor "o fogo era conhecido, mas foi minimizado. [O Titanic] Nunca deveria ter sido levado para o mar. Estava programado sair numa quarta-feira e só partiram sábado, então deve ter sido um incêndio grande. Mas foi algo que mudou a história? Na minha opinião pessoal é de que isso não fez qualquer diferença."

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Pedro Dias recusou mostrar caligrafia
    2:29

    País

    Pedro Dias forneceu esta segunda-feira ADN aos peritos do laboratório da polícia científica. O suspeito dos crimes de Aguiar da Beira também foi intimado a entregar amostras da própria caligrafia, mas recusou fazê-lo.

  • Autoridades italianas prosseguem buscas por desaparecidos em avalancha
    0:54
  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.

  • Carolina do Mónaco celebra o 60.º aniversário
    2:13

    Mundo

    Carolina do Mónaco celebra esta segunda-feira o 60.º aniversário. Em 60 anos, foi criança mediática, jovem rebelde e, agora, matriarca sem ser rainha. Carolina do Mónaco nunca saiu das revistas, por ser filha de Grace Kelly e Rainier do Mónaco, por ter somado namorados pouco recomendáveis para princesas, por ter perdido o pai dos seus filhos num terrível acidente.

  • Ator morre baleado durante gravações de videoclip na Austrália

    Mundo

    Um ator morreu depois de ter sido baleado durante as gravações de um videoclip da banda Bliss n Eso, na cidade australiana de Brisbane. A vítima foi identificada como Johann Ofner, de 28 anos. O homem chegou a receber a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.