sicnot

Perfil

Mundo

Grupos rebeldes sírios suspendem discussões para paz por violação de trégua

© Bassam Khabieh / Reuters

Uma dezena de grupos rebeldes sírios anunciaram esta segunda-feira a suspensão de todas as discussões ligadas às negociações de paz previstas para Astana, em resposta "à violação" pelo regime da Síria da trégua em vigor há quatro dias.

"As violações continuam, as frações rebeldes anunciam o congelamento de todas as discussões relacionadas com as negociações em Astana (capital do Cazaquistão)", referem, em comunicado.

As negociações de paz, patrocinadas pelo Irão, Rússia, aliada do regime de Damasco, e Turquia, que apoia os rebeldes, estavam previstas para ter início no final de janeiro.

No comunicado, os rebeldes afirmam ter respeitado o "cessar-fogo em todo o território sírio, mas o regime e os seus aliados continuaram a abrir fogo e fizeram frequentes e significativas violações, incluindo nas regiões (rebeldes) de Wadi Barada e em Ghuta", ambas localizadas na província de Damasco.

"Apesar de repetidos pedidos feitos à parte que apoia o regime (a Rússia), as violações continuaram, ameaçando as vidas de centenas de milhares de pessoas", denunciam.

Lusa

  • Drones no combate ao terrorismo
    5:25

    Mundo

    Os drones têm cada vez mais importância estratégica nas guerras atuais e na luta antiterrorista. Os Estados Unidos e Israel são hoje os principais exportadores, usando estes aviões para dois objetivos: recolher informação nas fronteiras terrestres e marítimas e lançar ataques seletivos, sobretudo contra líderes da Al-Qaeda e do Daesh. O correspondente da SIC no Médio Oriente esteve na fronteira entre Israel e a Síria, a pilotar um drone munido com câmaras de alta resolução.

  • Sabe onde fica a Nambia? Algures em África, segundo Trump

    Mundo

    "O sistema de saúde na Nambia é incrivelmente autossuficiente", declarou o Presidente dos Estados Unidos num discurso proferido num almoço com líderes africanos. No encontro, realizado esta quarta-feira à margem da 72.ª Assembleia-Geral da ONU, em Nova Iorque, Donald Trump repetiu o erro. Os utilizadores das redes sociais não perdoaram mais este "lapso" do chefe de Estado norte-americano.

  • Ambiente e direitos humanos dominam discurso de Costa na ONU
    2:03
  • Yoko Ono obriga limonada "John Lemon" a mudar de nome

    Cultura

    A viúva do Beatle John Lennon ameaçou processar uma empresa de bebidas polaca por causa da limonada "John Lemon". Yoko Ono não terá gostado do trocadilho entre Lennon e Lemon (limão, em inglês) e quer ver toda e qualquer garrafa com este rótulo retirada do mercado.