sicnot

Perfil

Mundo

Abatidas mais de 30 milhões de aves na Coreia do Sul devido à gripe aviária em 50 dias

O número de pessoas mortas na China pelo vírus da gripe aviária H7N9 subiu para seis. Há, ainda, 14 pessoas infetadas com a doença, revelaram os meios de comunicação oficiais, a 5 de abril de 2013.

© Stringer China / Reuters

Mais de 30 milhões de galinhas e patos foram abatidos na Coreia do Sul em menos de 50 dias devido a uma estirpe altamente patogénica da gripe aviária que se espalhou rapidamente pelo país, informou a agência Yonhap.

Desde que foi reportado o primeiro caso no sudoeste do país, a 16 de novembro, foram abatidas 30,33 milhões de aves, um número que representa quase 20% dos 165,2 milhões de aves criadas em todo o país.

O primeiro-ministro e presidente em exercício da Coreia do Sul, Hwang Kyo-ahn, afirmou esta terça-feira que o surto de gripe aviária se encontra quase controlado.

"O número de casos suspeitos de gripe aviária reduziu-se a um ou dois por dia, o que indica que o contágio está sob controlo", disse em conferência de imprensa.

Hwang Kyo-ahn advertiu, no entanto, para a necessidade de manter as medidas de controlo, até que seja declarado o fim do surto.

"Para dar por terminado o surto, devemos manter as minuciosas atividades preventivas de quarentena, como o reforço dos protocolos de vigilância, o cumprimento das normativas de quarentena, a zelosa supervisão das zonas afetadas", entre outras, afirmou, em declarações reproduzidas pela agência Yonhap.

Trata-se do maior surto de gripe aviária dos últimos anos na Coreia do Sul.

Em 2014, foram sacrificadas mais de 14 milhões de aves.

Lusa

  • Portugal com 3.ª maior dívida pública da UE

    Economia

    A dívida pública recuou, em termos homólogos, na zona euro e na União Europeia (UE), no primeiro trimestre, tendo Portugal registado a terceira maior dos 28 (130,5%), depois da Grécia e de Itália, divulga hoje o Eurostat.

  • Crianças no Daesh - 2ª Parte
    23:43
  • Montenegro e o futuro do PSD: "Não vou pedir licença para avançar"
    1:41

    País

    Luís Montenegro admite que se achar que é a pessoa ideal para a liderança do PSD, não vai pedir licença a ninguém para avançar. Em entrevista à SIC Notícias, o ex-líder parlamentar do PSD diz que está ao lado de Passos Coelho mas sublinha que é importante que haja uma clarificação na liderança do partido.

    Entrevista SIC Notícias

  • "Estes engenheiros não tiveram formação para exercer arquitetura"
    7:00

    País

    O Parlamento aprovou esta quarta-feira as propostas do PSD e do PAN para devolver aos engenheiros a possibilidade de assinarem projetos de arquitetura. Os aquitetos discordam da medida. José Manuel Pedreirinho, presidente da Ordem dos arquitetos, esteve na Edição da Noite da SIC Notícias para falar sobre o assunto.

    Entrevista SIC Notícias

  • "Foi uma grande honra ser deputado"
    1:23

    País

    Alberto Martins vai deixar a vida política, o socialista renunciou esta quarta-feira ao cargo de deputado, que ocupava há 30 anos, com algumas interrupções. Alberto Martins desempenhou funções de ministro da Reforma do Estado no segundo Governo de António Guterres, e de ministro da Justiça no segundo Executivo liderado por josé Sócrates. O socialista vai ser substituído por Hugo Carvalho.