sicnot

Perfil

Mundo

Cantora britânica só canta na tomada de posse de Trump sob condição

A cantora pop britânica Rebecca Ferguson, convidada para cantar na tomada de posse de Donald Trump, garante que só aceita o convite sob uma condição: se puder cantar a música "Strange Fruit", um tema de protesto contra o racismo nos Estados Unidos, celebrizado por Billie Holiday nos anos 30.

"Fui convidada e esta é a minha resposta: se me autorizarem a cantar "starsnge Fruit", uma música com uma enorme importância histórica, que esteve na lista negra nos Estados Unidos por ser demasiado controversa. Uma música que fala a todos os negros esquecidos e oprimidos dos Estados Unidos. Uma música que relembra como o amor é a única coisa que conquista todo o ódio deste mundo, então eu aceitarei o vosso convite e ver-nos-emos em Washington", escreveu Rebecca na sua conta do Twitter.

Rebecca Ferguson foi concorrente do programa X Factor do Reino Unido, em 2010.

A letra de "Strange Fruit" foi escrita nos anos 30 pelo comunista judeu Abel Meeropol, e composta como um poema de protesto contra o racismo endémico nos Estados sulistas americanos.

Quem já se recusou a atuar para Trump?

A apenas algumas semanas da tomada de posse, o comité de Trump anunciou três "atos": os Radio Cuty Rockettes, o Coro Mormon Tabernacle e a estrela de 16 anos de "America's Got Talent" Jackie Evancho. No entanto, um dos membros do Coro Mormon Tabernacle desistiu, dizendo que atuar para Trump seria uma traição aos seus próprios valores. Eis a lista de todos os artistas que já se recusaram a atuar para Trump:

1. Celine Dion

2. Elton John

3. Justin Timberlake e Bruno Mars

4. Katy Perry

5. David Foster

6. Ice T

7. Dixie Chicks

8. Kiss

9. Adam Lambert

10. Rebecca Ferguson

  • As vantagens de comprar online
    8:03
  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Filho de Trump critica mayor de Londres por palavras de 2016

    Ataque em Londres

    Donald Trump Júnior criticou o presidente da Câmara de Londres logo a seguir ao ataque de quarta-feira que fez três mortos e mais de 40 feridos. O filho de Presidente publicou no Twitter uma reação a uma declaração de Sadiq Khan de setembro de 2016. Para o Presidente dos EUA, o ataque em Londres é "uma grande notícia".

  • Marcelo reuniu-se com líderes europeus para falar do futuro da UE
    2:31

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa esteve esta quarta-feira em Bruxelas e participou numa homenagem às vítimas do atentado em Bruxelas, onde colocou uma coroa de flores junto ao monumento.O Presidente da República esteve também reunido com os líderes das principais instituições europeias para falar sobre o futuro da UE.