sicnot

Perfil

Mundo

Mais de 130 presos fugiram de uma cadeia no sul das Filipinas

epa

Mais de 130 presos escaparam de uma cadeira no sul das Filipinas esta madrugada depois de alegados rebeldes muçulmanos terem atacado a prisão, informaram hoje as autoridades.

O diretor da prisão, Peter Bongat, disse que um guarda foi morto e um preso foi ferido num tiroteio quando dezenas de homens armados invadiram a prisão do distrito de Cotabato Norte, em Kidapawan, na província de Cotabato.

O chefe de polícia de Kidapawan, Leo Ajero, disse que dois dos 132 presos que escaparam foram recapturados, e que as tropas do exército e a polícia procuram os outros.

A cadeia tinha mais de 1.500 reclusos.

O líder de uma aldeia local Alexander Austria disse à agência de notícias Associated Press ao telefone que ele e seus homens capturaram um dos presos.

Alexander Austria disse que as trocas de tiros acordaram os residentes da sua aldeia, a vários quilómetros da prisão.

"Ouvimos o tiroteio e entrámos em ação para proteger nossa aldeia", disse.

"Tínhamos medo de que os fugitivos pudessem tentar entrar na nossa aldeia para se esconderem ou fazer reféns", acrescentou Alexander Austria.

  • Seca contribui para a redução de nutrientes no mar e está a afetar a pesca
    2:11
  • Francisco George toma posse como presidente da Cruz Vermelha Portuguesa

    País

    O ex-diretor-geral da Saúde, Francisco George toma hoje posse como presidente da Cruz Vermelha Portuguesa. Em entrevista à Lusa, manifestou a intenção de criar uma unidade para abastecimento de água potável e redução dos problemas de saneamento em catástrofes como os incêndios deste verão. Além disso, em nome da transparência, vai tornar públicas as contas do organização, incluindo os donativos.

  • Comprar um carro em segunda mão sem ser enganado 
    8:44