sicnot

Perfil

Mundo

Três raparigas mortas na Nigéria quando tentavam explodir-se em mercado

© Stringer . / Reuters

Pelo menos três raparigas suicidas morreram esta quarta-feira quando tentavam fazer-se explodir num mercado no nordeste da Nigéria, anunciaram as autoridades civis e militares.

As autoridades acusaram o grupo extremista Boko Haram.

Segundo o presidente do conselho de Madagali, Yusuf Muhammad Gulak, as raparigas foram confrontadas por um grupo de autodefesa dos cidadãos, tendo uma ativado os seus explosivos e morrido juntamente com outra. Uma terceira foi abatida quando tentou fugir.

Em dezembro, duas bombistas suicidas mataram 57 pessoas e feriram 177, incluindo 120 crianças, num mercado em Madagali.

O grupo Boko Haram quer instaurar um califado no norte da Nigéria, região maioritariamente muçulmana, ao contrário do sul, de maioria cristã, tendo já provocado a morte a milhares de pessoas.

Lusa

  • ANACOM apresenta recomendações para melhorar redes de telecomunicações
    1:17

    País

    A ANACOM entregou um conjunto de recomendações ao Governo, Parlamento, municípios e operadores de telecomunicações. A autoridade reguladora em Portugal das comunicações eletrónicas propõe que os cabos aéreos de telecomunicações sejam substituídos por cabos subterrâneos, entre outras coisas. O objetivo é impedir que as redes fiquem em baixo perante incêndios ou outras catástrofes.

  • Ministra do Mar não aceita suspensão da pesca da sardinha
    2:39

    Economia

    O organismo científico que aconselha a Comissão Europeia em matéria de pescas recomendou esta sexta-feira que Portugal e Espanha não pesquem sardinha no próximo ano. A Ministra do Mar não aceita esta recomendação de capturas zero e vai propor uma redução do limite de capturas de sardinha das 17 mil toneladas deste ano para cerca de 14 mil em 2018.

  • Atividade económica regista crescimento

    Economia

    A atividade económica portuguesa está a crescer ao maior ritmo dos últimos 17 anos. O crescimento registado em setembro é o mais elevado desde janeiro de 2000. Já o consumo privado registou uma diminuição face a agosto.

    SIC