sicnot

Perfil

Mundo

Condutor volta a encontrar carro seis meses depois de o perder

Um homem no Reino Unido perdeu um BMW num parque de estacionamento de uma loja, em Manchester, durante seis meses. O veículo foi encontrado na semana passada.

O homem conduzia um BMW que tinha sido emprestado por um amigo. Viajou da Escócia até Manchester para assistir a um concerto de rock no estádio do Manchester City, em junho, conta a imprensa local.

O concerto terminou mas a aventura estava apenas a começar. O homem não se lembrava onde tinha deixado o carro e procurou-o, durante cinco dias, em todos os parques de estacionamento na zona.

Já em desespero, o proprietário deu o veículo como perdido ou roubado, em agosto.

Na sexta-feira passada, a polícia inglesa encontrou a viatura, que continuava estacionada no mesmo parque de estacionamento, e recorreu até ao humor para relatar a situação:

No Twitter, a polícia de Manchester deu conta de que o carro estava perdido desde junho e disse "não conseguir imaginar o que apareceria na máquina quando fosse finalmente colocado o bilhete de estacionamento", uma mensagem seguida por vários símbolos da libra, a moeda oficial do Reino Unido.

Não sabemos se a amizade entre condutor e proprietário continuou, mas muito provavelmente o dono do BMW não o voltará a emprestar a ninguém.

  • Enfermeiros especialistas em saúde materna retomam protesto 

    País

    Os enfermeiros especialistas em saúde materna e obstetrícia voltam quinta-feira de manhã a interromper as funções especializadas, o que pode afetar blocos de parto e maternidades. Queixam-se de "falta de resposta política adequada" e "ausência de acordos sérios".

  • Cristas vaiada em bairro de Chelas
    1:44

    Autárquicas 2017

    Assunção Cristas promete mudanças na Gebalis, a empresa municipal que gere os bairros sociais em Lisboa. Esta manhã, a candidata do CDS à câmara visitou um bairro de Chelas, onde foi vaiada por alguns populares.

  • Prestação da casa aumenta pela primeira vez desde 2014
    1:17

    Economia

    Pela primeira vez em três anos, as taxas de juro do crédito à habitação, estão a subir. A subida é de apenas 1 euro, mas é a primeira desde 2014, depois de em maio deste ano ter estabilizado e em junho ter descido. A justificação para este aumento é a evolução das taxas euribor.

  • "Em vez de ajudarem, estavam a tirar fotos dela a morrer"
    1:13
  • Criança irrequieta domina noticiário britânico
    1:19