sicnot

Perfil

Mundo

Explosão de carro armadilhado faz pelo menos 11 mortos na Síria

© Sana Sana / Reuters

Pelo menos onze pessoas morreram e 35 outras ficaram feridas na explosão de um carro armadilhado na localidade síria de Yabla, perto da cidade de Latakia (norte), controlada pelas forças governamentais.

A informação sobre o número de vítimas mortais é da agência de notícias oficial síria SANA. O Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH), organização com sede no Reino Unido, diz que morreram 15 pessoas, a maior parte deles civis, alertando para a possibilidade de este número vir a subir devido ao estado de gravidade de alguns dos feridos.

A explosão aconteceu nas imediações do estádio municipal Al Baladi, onde segundo a SANA os "terroristas fizeram explodir um veículo" carregado com "material explosivo de grande potência".

O OSDH - que tem elementos no terreno na Síria - acrescentou que o veículo foi detonado por um terrorista suicida.

A explosão também causou estragos avultados em casas e lojas dos arredores, no bairro de Al Imara, que costuma ter muito movimento de pessoas e de veículos, acrescentou a SANA.

Em maio, a localidade de Yabla foi sacudida por quatro explosões que mataram 45 pessoas, segundo as autoridades sírias. O Observatório Sírio dos Direitos Humanos disse que morreram nesses atentados 97 pessoas e não 45.

O grupo terrorista Estado Islâmico (EI) reivindicou os atentados de maio através da agência de notícias Amaq, vinculada ao grupo.

Até ao momento nenhuma fação reivindicou a autoria do ataque desta quinta-feira. Yabla fica na região da Síria onde reside a minoria alauita.

Yabla também fica perto da base aérea de Hmeimim, usada pela aviação russa para lançar as missões de bombardeamento em território sírio.

Lusa

  • Guerra na Síria fez pelo menos 50 mil mortos em 2016
    1:13

    Mundo

    O Conselho de Segurança da ONU aprovou a resolução da Rússia sobre o acordo de cessar-fogo na Síria. Em noventa por cento do território, as tréguas estão já a ser respeitadas. Só este ano, a guerra civil na Síria provocou pelo menos 50 mil mortos.

  • Rússia e Turquia anunciam cessar-fogo na Síria
    1:44

    Mundo

    A Rússia e a Turquia anunciaram um cessar-fogo para a Síria, exceto nas áreas controladas pelos jihadistas. O acordo não foi ainda reconhecido pelos rebeldes apoiados pelo Ocidente. Rússia e Turquia não se opõem à continuação de Bashar al-Assad como Presidente da Síria, sendo ainda que os turcos acusam os EUA de apoiarem o Daesh e milícias curdo-sírias.

  • Atacantes de Barcelona "não estão a caminho da nossa fronteira"
    7:00

    Ataque em Barcelona

    O diretor da Unidade Nacional de Contraterrorismo da Polícia Judiciária esteve esta sexta-feira no Jornal da Noite para falar sobre o duplo atentado em Espanha. Luís Neves diz que o nível de ameaça em Portugal, perante os ataques, não foi alterado porque "não se detectou que tenha existido informação que possa colocar o nosso território em perigo".