sicnot

Perfil

Mundo

Guerrilheiro suspeito de mandar matar defensores de direitos humanos detido na Colômbia

As autoridades da Colômbia prenderam um chefe da guerrilha Exército de Libertação Nacional (ELN), acusado de mandar matar defensores dos direitos humanos, informou esta quinta-feira o Ministério Público.

Javier Gaviria Muñoz, conhecido por "Cazuelo", foi capturado em Popayán, no sudoeste do país, numa operação realizada na capital do departamento de Cauca por agentes do Corpo Técnico de Investigações do Ministério Público.

A acusação contra "Cazuelo", enquanto alegado autor material, inclui os crimes de homicídio, tráfico, fabrico ou posse de armas, uso privado das forças militares e conspiração.

No ano passado, 78 defensores de direitos humanos foram assassinados na Colômbia, igualando o recorde de vítimas de 2013, segundo dados da organização não-governamental Somos Defensores.

Lusa

  • Governo vai avaliar situação da associação Raríssimas
    1:41

    País

    O Governo promete avaliar a situação da instituição Raríssimas e agir em conformidade, depois da denúncia de alegadas irregularidades na gestão financeira. A presidente da instituição terá usado dinheiro da Raríssimas para gastos pessoais como vestidos de alta-costura e alimentação. Esta é uma instituição que apoia doentes e famílias que convivem de perto com doenças raras. 

  • Diáconos permanentes: quem são e que cargo ocupam na comunidade católica
    10:04
  • Múmia quase intacta descoberta em Luxor
    1:23

    Mundo

    O Egito anunciou, este sábado, a descoberta de dois pequenos túmulos com 3.500 anos na cidade de Luxor. Foram também encontrados uma múmia em bom estado de conservação, uma estátua do deus Ámon Ra e centenas de artefactos de madeira e cerâmica ou pinturas intactas.