sicnot

Perfil

Mundo

Homem mata 10 mulheres da sua família na Índia

© Amit Dave / Reuters

Um homem sedou e degolou 10 mulheres da sua família no estado de Uttar Pradesh, no norte da Índia, suicidando-se posteriormente, informou hoje à agência de notícias espanhola EFE uma fonte policial.

"Sedou os membros da sua família e degolou-os com uma faca de grandes dimensões. Matou duas mulheres e oito raparigas e depois enforcou-se", disse Santosh Kumar Singh, superintendente da polícia do distrito de Amethi, onde ocorreram os factos.

Quatro das vítimas eram filhas do assassino e outras quatro eram suas sobrinhas, todas elas menores de 15 anos. As duas mulheres mortas eram suas cunhadas e vivam na mesma casa com o homicida, na localidade de Mahona Paschim.

O caso aconteceu na madrugada de quarta-feira, quando o homem - que tinha a cargo economicamente a família - sedou as vítimas para depois as degolar.

O assassino também sedou a sua mulher e uma filha de 17 anos, mas não as atacou, sublinhou a fonte.

Quando despertou, a jovem de 17 anos alertou os vizinhos, que chamaram a polícia na manhã de quarta-feira. As autoridades não encontraram uma nota de suicídio e já começaram a investigar o caso para esclarecer o que aconteceu.

O assassino tinha ainda dois filhos, que não se encontravam no domicílio quando as mulheres foram mortas.

Lusa

  • Incêndio em Lisboa faz um ferido
    4:13

    País

    Um incêndio de grandes dimensões deflagrou esta segunda-feira numa loja, na Avenida de Berlim, em Lisboa. O repórter André Palma esteve no local, onde ouviu o comandante dos Sapadores Bombeiros de Lisboa. Pedro Patricio confirmou que foi assistida uma pessoa por inalação de fumos e, por questões de segurança, os veículos estacionados perto do local foram retirados, assim como foi pedido às pessoas dos prédios à volta que saíssem por causa do fumo. O incêndio foi dominado.

  • "Rui Rio avisou que vinha para partir loiça dentro do PSD"
    3:00
  • Hugo Soares não deverá continuar como líder parlamentar do PSD
    3:17

    País

    Rui Rio não deverá manter Hugo Soares na liderança parlamentar do PSD. Fonte próxima do novo presidente social-democrata diz à SIC que dificilmente o líder da bancada poderá continuar no cargo. Aumenta a pressão para que Hugo Soares ponha o lugar à disposição e já começam a surgir nomes para o substituir.

  • Suspeita de militantes fantasma no PSD
    4:22

    País

    Perante a suspeita de militantes fantasma e de caciquismo, Salvador Malheiro, diretor de campanha de Rui Rio, diz que o ato eleitoral foi devidamente fiscalizado. Uma investigação do jornal Expresso encontrou oito filiados numa morada que não existe e 17 militantes com morada numa casa onde vivem nove pessoas e nenhuma é do PSD. A associação cívica Transparência e Integridade fala num vazio legal e em falta de regulamentação.

  • Cristiano Ronaldo está insatisfeito com o salário e pode sair do Real Madrid
    2:38