sicnot

Perfil

Mundo

Tiroteio no aeroporto da Florida causa cinco mortos e vários feridos

© Zachary Fagenson / Reuters

Um tiroteio no aeroporto da Florida, nos Estados Unidos, fez esta sexta-feira cinco mortos e oito feridos. O atirador já foi detido pelas autoridades.

Última atualização: 22h42

Zonas evacuadas e vítimas assistidas

O tiroteio aconteceu no aeroporto de Fort Lauderdale e causou cinco mortos e oito feridos.

O aeroporto, que é utilizado em média por 73 mil passageiros por dia, encontra-se encerrado e as vítimas foram assistidas por equipas de emergência médica e encaminhadas para o hospital.

© Andrew Innerarity / Reuters

© Andrew Innerarity / Reuters

Lynne Sladky

Lynne Sladky

Wilfredo Lee

Wilfredo Lee

Alan Diaz

Wilfredo Lee

Wilfredo Lee

Wilfredo Lee

Suspeito detido pelas autoridades

Na rede social Twitter, o gabinete do xerife de Broward County confirmou o incidente e a "detenção de um indivíduo".

O homem foi identificado como Esteban Santiago, tem 26 anos, é de Nova Jérsia e trazia consigo um documento de identificação militar. Já terá sido interrogado.

Esteban Santiago era um passageiro de um voo canadiano. Trazia a arma na mochila que tinha acabado de ir buscar ao terminal 2. Dirigiu-se depois à casa de banho, onde carregou a arma.

O incidente ocorreu no Terminal 2 da recolha de bagagens, referiram os serviços de informação do aeroporto.

Suspeito esteve sob tratamento psicológico

O irmão de Esteban, Bryan Santiago, disse que o suspeito recebeu tratamento psicológico enquanto viveu no Alasca. Em declarações à AP, o irmão de Esteban revelou que a família recebeu há poucos meses uma chamada telefónica da alegada namorada do suspeito a alertar para a situação.

Bryan Santiago disse também não saber porque é que o irmão estava a ser tratado.

Esteban Santiago, uma vida de mudanças

O suspeito nasceu em Nova Jérsia mas mudou-se para Porto Rico com apenas 2 anos. Cresceu na cidade costeira de Penuelas e serviu a Guarda Nacional de Porto Rico durante dois anos.

Foi destacado para o Iraque em 2010 e lá passou um ano com o 130º Batalhão de Engenharia.

Imagens de pânico e desespero no aeroporto

Imagens transmitidas por uma televisão local mostram um cenário irreconhecível no terminal 2 do aeroporto, junto à zona de bagagens.

Outras estações transmitiram imagens com equipas médicas que assistiam algumas vítimas à entrada do aeroporto.

A polícia disse ter sido alertada às 12:55 (hora local, 17:55 em Lisboa). Este aeroporto no sudeste dos Estados Unidos é conhecido como um local de trânsito para numerosos turistas inscritos em cruzeiros, ou que viajam para as Caraíbas.

Incidente ou ataque terrorista?

Os motivos do ataque ainda não são conhecidos e o senador da Florida, Ben Nelson, adiantou que ainda não se sabe se se tratou ou não de um ataque terrorista.

O antigo porta-voz da Casa Branca, Ari Fleischer, também recorreu ao Twitter para dar conta de que estava no aeroporto no momento do tiroteio.

A reação de Donald Trump

O Presidente-eleito dos Estados Unidos já reagiu ao ataque no aeroporto de Fort Lauderdale. Donald Trump disse estar a acompanhar a "terrível situação na Florida" e pediu a todos que se "mantenham em segurança".

Dezenas de voos afetados

De acordo com o rastreador de aviação FlightAware, cerca de 60 voos de e para o aeroporto foram adiados e mais de 10 foram cancelados.

  • "A situação está longe de estar controlada"
    2:45

    Mundo

    O correspondente da SIC nos EUA considera que a situação no aeroporto da Florida está longe de estar controlada. Luís Costa Ribas explica que as televisões norte-americanas estão a avançar com imagens de pessoas a afastarem-se dos terminais e das forças policiais a correrem armadas, facto que poderá indiciar a presença de mais um elemento suspeito. O correspondente da SIC adianta também que, de acordo com o Senador democrata do Estado da Florida, o atirador, de 26 anos, nasceu em Nova Jérsia e possuía identificação militar.

  • "Há muita facilidade nos Estados Unidos em ter armas"
    5:42

    Opinião

    Um tiroteio no aeroporto Fort Lauderdale, na Florida, Estados Unidos, causou esta sexta-feira cinco mortos e 13 feridos. O especialista em Relações Internacionais, Daniel Pinéu, esteve no Jornal da Noite para falar sobre o ataque, que considera dever-se à facilidade em possuir uma arma nos Estados Unidos.

  • "O atirador já foi detido, está a ser interrogado pelas autoridades e tudo aponta para que seja o único envolvido"
    1:28

    Mundo

    Luís Costa Ribas, correspondente da SIC nos EUA, diz que os americanos sabem que o terrorismo é uma realidade e que a isso não é alheio o facto de a investidura de Donald Trump ter uma protecção de 50 mil polícias, militares e agentes de informação, não havendo, para já, relação entre este tiroteio e a investidura. A presidente da câmara municipal de Fort Lauderdale diz que o atirador já foi detido, está a ser interrogado pelas autoridades e que tudo aponta para que seja o único envolvido e não haja ligação a grupos terroristas.

  • O poder da linguagem corporal nos tribunais
    9:12
  • Fomos conhecer o novo Samsung S8
    1:42

    Mundo

    Depois da crise dos telemóveis Samsung Note 7 com bateria defeituosa que podia explodir, a marca tinha que lançar um aparelho inovador. O S8 foi anunciado esta quarta-feira em Londres. O repórter da SIC, Lourenço Medeiros, foi ver como é.

    Enviado SIC