sicnot

Perfil

Mundo

FBI investiga motivos do ataque em aeroporto na Florida

FBI investiga motivos do ataque em aeroporto na Florida

O FBI mantém todas as possibilidades em aberto na investigação ao tiroteio de ontem no aeroporto de Fort Lauderdale na Florida que fez cinco mortos e oito feridos. A hipótese de terrorismo não está descartada.

Em conferência de imprensa esta noite no aeroporto onde ocorreu o tiroteio em que morreram cinco pessoas, George Piro, do FBI em Miami, disse que não foi descartado que o incidente constitua um ataque terrorista e que se mantêm em aberto todas as possibilidades.

O responsável do FBI acrescentou que as autoridades estão a rever o historial militar do atacante identificado na conferência de imprensa como Esteban Santiago, o qual deverá comparecer na segunda-feira num tribunal do condado de Broward.

Piro afirmou que Santiago, um ex-militar de 26 anos que esteve destacado no Iraque, utilizou uma pistola semiautomática durante o tiroteio, depois do qual se entregou às autoridades sem oferecer resistência.

Pouco depois do tiroteio, e antes dos detalhes sobre a saúde mental de Santiago se terem tornado público, o senador Bill Nelson, da Flórida, disse que ainda não se sabia se foi terrorismo ou se a ação de "alguém que está mentalmente perturbado".

Pelo menos cinco pessoas morreram e oito ficaram feridas quando o indivíduo abriu fogo na tarde de setxa-feira na zona de recolha das bagagens no aeroporto.

A imprensa norte-americana informou que Esteban Santiago entrou em novembro num escritório do FBI em Anchorage (Alasca) e disse que escutava vozes que o instavam a alistar-se no Estado Islâmico (EI),incidente pelo qual recebeu tratamento psiquiátrico.

  • Seleção de sub-21 precisa de vencer a Macedónia

    Desporto

    A seleção portuguesa de futebol de sub-21 precisa, hoje, de vencer a Macedónia e de marcar pelo menos quatro golos para poder sonhar ainda com a presença nas meias-finais do Europeu da categoria, que decorre na Polónia.

  • O dia que roubou dezenas de vidas em Pedrógrão Grande
    3:47
  • Metade dos moradores de Sandinha recusaram sair das casas
    3:14
  • Habitantes de Várzeas tentam regressar à normalidade
    2:48
  • Corpos da tragédia em Pedrógão guardados em camião de alimentos
    8:11

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Duarte Nuno Vieira, médico legista, esteve esta quinta-feira, na Edição da Noite, para comentar o que já foi feito e o que falta fazer em Pedrógão Grande, depois de ter sido atingido pelos incêndios. O presidente do Conselho Europeu de Medicina Legal defendeu que guardar os corpos das vítimas mortais num camião de alimentos foi uma "maneira de solucionar o problema da forma possível", visto que não há espaço no Instituto Nacional De Medicina Legal.

  • Trump volta a garantir que não tentou interferir na investigação do FBI
    0:17

    Mundo

    O Presidente dos EUA reitera que não tentou interferir na investigação do FBI em relação às alegadas interferências da Rússia nas eleições presidenciais. Questionado sobre as gravações das conversas que manteve com o ex-diretor da polícia de investigação, James Comey, Donald Trump prometeu esclarecimentos num futuro breve.

  • "A informação pode ter saído depois da hora do exame de Português"
    1:19

    País

    O presidente da Confederação Nacional das Associações de Pais diz que é preciso aguardar pelas conclusões do relatório sobre a alegada fuga de informação do exame nacional de Português. Jorge Ascensão defende que a investigação deve causar o mínimo de impacto aos alunos que realizaram a prova.