sicnot

Perfil

Mundo

Autoridades de Roma e Madrid desmantelam rede de droga italiana

Um rede de narcotraficantes que fazia chegar cocaína a Itália foi desmantelada pelas autoridades de Roma, numa operação que contou com o envolvimento da Polícia Nacional Espanhola.

De acordo com um comunicado da polícia italiana, a operação "Buena Ventura" levou à detenção de várias pessoas em diferentes regiões de Itália, sendo que as investigações ainda continuam em Reggio, Calabria, Milão, Nápoles, Bolonia e Pescara.

Entre os detidos contam-se alguns elementos ligados à família Morabito-Bruzzanti-Palmara que compõem a Ndrangheta, a máfia calabresa.

Segundo os dados da polícia italiana, há 19 ordens de detenção e foram ainda emitidas medidas cautelares a 18 indivíduos por alegado delito de tráfico internacional de estupefacientes.

Além das ações policiais em Itália, a operação de desmantelamento da rede decorreu também no aeroporto de Barajas, em Madrid, e que impediu o descarregamento de 35 quilogramas de cocaína procedente da Colômbia.

A rede operava entre Itália, Colômbia, Peru, República Dominicana e Espanha, segundo os dados que foram difundidos pelas autoridades de Roma.

O comunicado policial assinala também que a operação "demonstra a força e a capacidade dos cartéis calabreses na relação com os narcotraficantes colombianos no tráfico de grandes quantidades de cocaína destinadas à Europa".

Lusa

  • Suécia conquista primeira vitória no Mundial frente à República da Coreia (1-0)

    Mundial 2018 / Suécia

    Depois de uma ausência de 12 anos nos campeonatos do mundo, a Suécia volta e começa a ganhar. Um penálti de Andreas Granqvist aos 65 minutos garantiu a vitória frente à República da Coreia na fase de grupos do Mundial. As equipas jogam pelo grupo F, onde também estão a Alemanha e o México. Veja aqui o golo e os lances da partida.

  • Três mortos e mais de 200 feridos do sismo no Japão
    1:07

    Mundo

    Pelo menos três pessoas morreram e mais de 200 ficaram feridas na sequência de um sismo de magnitude 6,1 na escala de Richter que atingiu hoje a região oeste do Japão, segundo um novo balanço das autoridades nipónicas. Uma das vítimas mortais era uma criança de 9 anos.