sicnot

Perfil

Mundo

Curiosidades sobre Obama

O jornal britânico Daily Telegraph divulgou, no início do primeiro mandato, uma lista de curiosidades sobre o Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. Neste artigo, destacamos alguns factos sobre Obama que provavelmente desconhecia.

© Jason Reed / Reuters

- O nome Barack Obama significa "aquele que é abençoado" nas línguas nativas do Quénia

- Leu todos os livros da saga "Harry Potter"

- Ganhou um Grammy em 2006 pela versão em áudio do seu livro de memórias "Sonhos do Meu Pai"

- O seu prato favorito é linguini de camarão, cozinhado pela esposa, Michelle

- Trabalhou numa loja de sorvetes quando era adolescente e desde então nunca mais conseguiu apreciar esse tipo de doce

- A sua bebida favorita é chá gelado de amora

- Candidatou-se para integrar um calendário fotográfico quando estudava Direito em Havard, mas foi rejeitado por um comité feminino

- O seu lanche favorito é barra de cereais de chocolate com amendoim

- Prometeu a Michelle Obama que iria parar de fumar antes de concorrer à Presidência, uma promessa que não chegou a cumprir

- O seu livro favorito é "Moby Dick", do norte-americano Herman Melville

- Gosta de jogar póquer e scrabble

- Tem como filmes favoritos "Casablanca" e "Um Estranho no Ninho"

- Se não fosse político tinha como ambição ser arquiteto

- Tem quatro pares iguais de sapatos pretos

- As suas séries televisivas favoritas são "Mash" e "The Wire"

- Os Serviços Secretos norte-americanos atribuíram-lhe o nome de "Renegado"

- O seu artista favorito é Pablo Picasso

- Chilli é a sua especialidade na cozinha

- Comeu carne de cão, cobra e grilo cozido quando morou na Indonésia

- A casa em que viveu em Chicago tinha quatro lareiras

  • Um líder que desafiou a História

    Mundo

    Barack Obama termina a 20 de janeiro o segundo mandato presidencial na liderança de uma das maiores potências mundiais. Uma liderança marcada pela irreverência de desafiar a História e pelos feitos que deverão deixá-lo no 'lado bom' dessa mesma História. Neste artigo, traçamos o perfil e recordamos o caminho pessoal e profissional percorrido pelo primeiro afro-americano a entrar na Sala Oval como Presidente dos Estados Unidos, um dos presidentes mais carismáticos que o mundo alguma vez conheceu.

  • Será este o "momento mais Ronaldo" de sempre?

    Desporto

    Cristiano Ronaldo é protagonista de mais um momento que corre nas redes sociais. Depois de marcar o sexto golo do Real Madrid frente ao Desportivo da Corunha, o jogador português ficou ferido no rosto e foi obrigado a abandonar o campo. Mas antes, mesmo com a cara ensanguentada, pediu um telemóvel com "espelho" para ver a extensão do corte. Há quem brinque com a situação, dizendo que Ronaldo levou a sua obsessão com a sua imagem a um novo nível, mas há também quem desvalorize a situação.

    SIC

  • Democratas aceitam compromisso para acabar com shutdown nos EUA

    Mundo

    Os senadores democratas aceitaram esta segunda-feira um acordo orçamental provisório que vai permitir acabar com a paralisação parcial do Governo federal dos Estados Unidos, situação conhecida como shutdown, anunciou o líder da minoria democrata no Senado, Chuck Schumer.

  • O jogador de futebol que se tornou Presidente de um país

    Mundo

    George Weah tomou posse esta segunda-feira como Presidente da Libéria. Foi a segunda vez que o antigo futebolista concorreu ao cargo, depois de em 2005 ser derrotado pela candidata Ellen Johnson-Sirleaf. Foi o primeiro e único futebolista africano a receber uma Bola de Ouro. A história de George Weah também passou por Portugal, onde ficou conhecido pela agressão ao ex-jogador do FC Porto, Jorge Costa, em 1996.

    Ana Rute Carvalho

  • Refeição de 1.100 euros em Veneza

    Mundo

    O centro de Veneza oferece os mais variados restaurantes. Com menu obrigatório, sem menu, com taxas, sem taxas, sentando ou em pé. Depois há aqueles restaurantes que cobram 1.100 euros por cinco pratos acompanhados por água. O caso aconteceu com quatro turistas japoneses, que depois de pagarem a conta, apresentaram queixa às autoridades. O presidente da Câmara da cidade italiana já disse que ia investigar a situação e, caso se confirmasse, prometeu que iria castigar os responsáveis.

    SIC