sicnot

Perfil

Mundo

J.K. Rowling diz que criticar Trump é um "prazer" e um "dever"

© Suzanne Plunkett / Reuters

A "reboque" das declarações de Meryl Streep nos Globos de Ouro, a autora de "Harry Potter" disse no Twitter que criticar o recente Presidente dos EUA, é um prazer tornado dever.

Meryl Streep não foi a única celebridade a fazê-lo, mas teve enorme alcance quando criticou Donald Trump na cerimónia dos Globos de Ouro, este domingo.

A atriz chamou Trump de "bully", ou seja, de agressor, dizendo que "desrespeito origina desrespeito" e que "violência incita a violência".

A propósito disto, J. K. Rowling fez um tweet onde confirma a sua concordância com as critícas de Meryl e onde expressou vontade em seguir os seus passos, criticando com prazer e dever o Atual presidente dos EUA.

  • A homenagem a Mário Soares no congresso do PS
    2:30
  • Costa defende legalização da eutanásia como forma de "alargar a liberdade"
    0:42
  • Duquesa de Sussex já tem brasão

    Harry & Meghan

    O Palácio de Kensington apresentou esta sexta-feira o brasão da Duquesa de Sussex, Meghan Markle. O brasão foi criado pelo College of Arms mas teve a ajuda da duquesa para que este fosse "pessoal e representativo".

    SIC