sicnot

Perfil

Mundo

Grupo jihadista Daesh colocou explosivos em sítios arqueológicos de Palmira

© Sana Sana / Reuters

A organização jihadista do Daesh colocou engenhos explosivos em diversos locais arqueológicos da cidade síria de Palmira, património mundial da Unesco e um dos mais importantes centros culturais do mundo antigo, informou esta quarta-feira uma ONG.

O Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH) referiu que a organização extremista, que controla esta povoação do deserto central sírio desde 11 de dezembro, colocou artefactos explosivos em diversos locais arqueológicos da povoação e arredores, como possível prelúdio a uma retirada perante o avanço do exército sírio.

Fonte militar síria destacada nessa área e contactada pela agência noticiosa Efe indicou por sua vez não possuir informações sobre a colocação de explosivos nas ruínas. Indicou ainda que o exército destruiu na terça-feira a oeste de Palmira sete veículos do Daesh que transportavam armas automáticas, e ainda um carro armadilhado.

O Daesh voltou a apoderar-se de Palmira após um ataque desencadeado a 08 de dezembro no leste da província central síria de Homs, junto à fronteira com o Iraque e onde se situa esta cidade.

O grupo jihadista já tinha assumido o controlo da povoação entre maio de 2015 e março de 2016.

Na ocasião, foram expulsos de Palmira pelo exército nacional, com o apoio da aviação russa.

Na sua primeira ocupação de Palmira, o Daesh converteu a zona de ruínas greco-romanas num campo de minas, eliminadas mais tarde por sapadores russos após a recuperação da cidade pelas forças de Damasco.

No entanto, os jihadistas dinamitaram os templos de Bel e de Bal Shamin, o Arco do Triunfo, e destruíram diversas estátuas do museu da cidade.

A arte e a arquitetura de Palmira testemunham uma encruzilhada de diversas civilizações, onde confluem as técnicas greco-romanas com as tradições locais e influências persas.

Nos séculos I e II da nossa era foi um importante centro cultural e ponto de encontro das caravanas da Rota da Seda, que atravessavam o árido deserto do centro da Síria.

Lusa

  • IPSS no Seixal alvo de processo e auditoria financeira
    1:47

    País

    A Segurança Social está fazer mais uma inspeção total a uma IPSS, agora na Associação Unitária de Reformados, Pensionistas e Idosos do Seixal. A fiscalização já recolheu documentação e está agora a passar a pente fino as contas, os serviços e todos os procedimentos da Instituição.

    Investigação SIC - Hoje no Jornal da Noite

    SIC

  • "Vai custar muito a voltarmos à realidade"
    2:22
  • Ministro alemão elogia Centeno que está otimista com o futuro da Zona Euro
    1:13

    Economia

    Mário Centeno diz que a Zona Euro tem um futuro positivo pela frente e acredita que o grupo dos países do euro está alinhado num projeto comum. Declarações do novo presidente do Eurogrupo no final de um encontro com o ministro das Finanças alemão, em Berlim. Peter Altmaier deu Portugal como exemplo de sucesso e reconheceu que foi um erro dividir a Europa entre Norte e Sul durante os anos da crise.

  • Trump mentalmente apto para ser Presidente dos EUA

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos foi na semana passada sujeito aos exames médicos anuais obrigatórios. O médico oficial da Casa Branca informou esta terça-feira que Donald Trump está de "excelente" saúde, não apenas física, mas também mental. As dúvidas sobre as capacidades cognitivas de Trump ganharam força após as revelações feitas no livro "Fire and Fury: Inside the Trump White House".

    SIC

  • Quando o frio até as pestanas congela

    Mundo

    Os termómetros desceram até aos - 67º Celsius em Yakutia, 5.300 quilómetros a Este de Moscovo, na Rússia. Nesta região, os estudantes estão habituados a manter as rotinas, mesmo quando as valores chegam aos - 40º Celsius, mas esta terça-feira as autoridades encerraram escolas e aconselharam a população a ficar em casa, longe do frio que até as pestanas congela.

    SIC